Esporte e narrativas orais

Data início: 17/11/2021Data de encerramento: 19/11/2021Local: XIII Encontro Regional De História Oral Do Centro-Oeste

O XIII E Encontro Regional De História Oral Do Centro-Oeste – “entre silenciamentos e sensibilidades: narrativas do tempo presente”, realizado bianualmente, é promovido a partir de uma perspectiva interdisciplinar, envolvendo cursos de História da região Centro-Oeste.

Nesta edição, a ser realizada de 17 a 19 de novembro de 2021, o tema escolhido foi “entre silenciamentos e sensibilidades: narrativas do tempo presente”, com o objetivo de debater questões relativas aos silencimanentos e as implicações de poder oriundas dos seus usos. Partimos da percepção da fragmentação dos discursos e das micro-relações de poder presentes no cotidiano e buscamos, por meio da história oral, a construção de uma perspectiva que valorize a não-fragmentação e a defesa da necessidade de se refletir sobre um objeto, sujeito ou acontecimento, a partir de múltiplas perspectivas, contribuindo para o melhor entendimento da complexidade dos dizeres.

O evento será constituído das seguintes atividades: conferências, mesas-redondas e comunicações orais. Os convidados são pesquisadores que se destacam no cenário nacional pela contribuição de suas pesquisas e reflexões. O público-alvo será composto por estudantes de graduação, pós-graduação e licenciaturas, bem como professores da educação básica da rede pública e professores/pesquisadores universitários.

ST 1 – Esporte e narrativas orais

ST 1 – Esporte e narrativas orais

 

 Luiz Guilherme Burlamaqui (Doutor em História Social, Universidade de São Paulo/ Professor EBTT Instituto Federal de Brasília)

 

Este Simpósio Temático tem como objetivo reunir trabalhos com fontes orais que tratem os esportes como objeto de estudo historiográfico. Trata-se de analisar as especificidades das narrativas orais, quando aplicadas ao campo esportivo. Tal procedimento não é novo: desde a obra fundadora de Mário Filho, o uso de fontes orais tem sido a regra na conformação de uma historiografia sobre futebol e esportes de forma geral. É notável 

Mesmo assim, se a memória jornalística é uma das mais destacadas na produção de representações sobre a história do futebol, haja vista as inúmeras biografias, autobiografias e entrevistas publicadas nos últimos anos, o propósito deste ST é ensejar uma reflexão com base em uma distinta gama de discursos. Intenta-se estabelecer um debate acadêmico a partir de fontes e métodos da História Oral, que se valham do depoimento de diversos atores do universo futebolístico – os “profissionais”, os “especialistas” e os “torcedores” (Toledo, 2002). Assim, as versões construídas sobre o passado podem ser lidas em uma chave polifônica, que ultrapassa a univocidade dos registros escritos, tal como frisou Paul Thompson em seu estudo clássico (1978).

Justificativa: Desde 2012, o Grupo de Trabalho Futebol/ Esporte e Narrativas Orais tem se reunido de forma sistemática no Encontro Nacional de História Oral e em diversos encontros regionais. Destaca-se, como o resultado dessa produção e destes debates, o próximo número da Revista de História Oral, dedicado justamente às relações entre fontes orais e o campo esportivo. Neste sentido, o coordenador pesquisador propõe que a discussão seja feita no âmbito do encontro de pesquisadores do Centro-Oeste em História Oral. Enfatiza-se também a presença de acadêmicos do esporte na região e de grupos de estudo – como o GeFut (vinculado ao Departamento de História da UFG) – interessados na temática. Acredita-se então que o Encontro será uma oportunidade de aproximar os pesquisadores e fomentar o debate em nível regional.

Inscreva-se!

Veja também:
    • 7 de abril de 2024

      I Seminário sobre Futebol e Educação: desafios para a formação de jogadores e jogadoras

      • 3 de abril de 2024

        Palestra Crônicas Esportivas com Milly Lacombe

        • 1 de abril de 2024

          Arbitragem de futebol e racismo no Brasil