.

A eficácia da estratégia Martingale em jogos de roleta e apostas esportivas no futebol

Patrícia Pereira 11 de maio de 2024

As apostas esportivas no Brasil, embora enraizadas historicamente na cultura do país, têm experimentado uma transformação significativa com a evolução da internet e das tecnologias móveis. No final do século XIX, atividades como o turfe e o remo já despertavam o interesse público por meio das apostas, um fenômeno que contribuiu para a popularização do futebol nas primeiras décadas do século XX. No entanto, a relação entre apostas e esportes foi reprimida pelas elites, sob a justificativa de promover uma ética do trabalho necessária ao desenvolvimento capitalista. Este cenário começou a mudar em 1970 com a legalização da loteria esportiva, embora a prática tenha sido abalada posteriormente por escândalos de manipulação. Hoje, impulsionadas pelo acesso digital global, as apostas esportivas proliferam, oferecendo uma gama diversificada de mercados em tempo real, o que ressalta tanto a oportunidade quanto os riscos inerentes a essa atividade, reacendendo o fascínio eterno pelo jogo, reminiscente do clássico “O Jogador” de Dostoiévski. Este contexto serve como pano de fundo para uma discussão mais profunda sobre a eficácia de estratégias de apostas, como a Martingale, em jogos de roleta e no cenário das apostas no futebol.

No universo das apostas, sejam elas em cassinos ou em esportes como o futebol, a busca por uma estratégia que garanta lucros consistentes é constante. Entre as mais conhecidas e discutidas está a estratégia Martingale, frequentemente aplicada em jogos de roleta, que está entre os principais na categoria de cassino online no Brasil, segundo um estudo da ENV Media.

Na categoria de jogos de roleta, as apostas se dividem em internas e externas. As internas são colocadas em números específicos ou grupos pequenos, oferecendo altos pagamentos devido à menor probabilidade de acerto. Exemplos incluem apostas em um único número ou em sequências de números. As apostas externas, por sua vez, cobrem grupos maiores de números, resultando em maiores chances de vitória, mas com pagamentos reduzidos, como as apostas em cores (vermelho ou preto) ou paridade (par ou ímpar). No KTO, um cassino online, as inovações digitais, como multiplicadores, elevam o potencial de ganhos, chegando a prêmios tão significativos quanto R$ 500.000, o que, naturalmente, intensifica o interesse e a procura dos jogadores por vitórias.

Para isso, podem recorrer ao método Martingale, que sugere dobrar a aposta após cada derrota, com o objetivo de recuperar as perdas anteriores e ganhar um lucro igual à aposta original assim que a primeira vitória ocorrer. No entanto, estudos e análises matemáticas revelam que as aparências podem ser enganosas, e as promessas de ganhos fáceis podem não passar de uma miragem perigosa.

Originária de práticas de jogo do século XVIII, a estratégia Martingale ganhou notoriedade por sua simplicidade e apelo intuitivo. No contexto da roleta, um jogo que se manteve praticamente inalterado em sua essência ao longo dos séculos, a Martingale parece oferecer uma solução direta para o desafio imposto pela aleatoriedade: continuar dobrando a aposta em apostas de chance simples (como vermelho ou preto, par ou ímpar) até ganhar, recuperando as perdas anteriores.

Peter Pflaumer, em sua análise meticulosa do sistema Martingale, detalha matematicamente por que essa estratégia de apostas é intrinsecamente falha, especialmente em um ambiente de cassino com limites de mesa e orçamento finito para os jogadores. Ele demonstra que o princípio de dobrar a aposta após cada perda não funciona na realidade, porque exige um capital ilimitado e ignora os limites de aposta impostos pelos cassinos.

Pflaumer aponta que a progressão geométrica das apostas necessárias pode crescer exponencialmente após uma sequência de perdas, alcançando rapidamente os limites máximos de aposta impostos pelos cassinos. Esse crescimento exponencial, aliado aos limites de mesa, pode impedir a recuperação das perdas, forçando o jogador a suportar um prejuízo significativo que não pode ser recuperado dentro das regras do jogo.

Além disso, o estudo de Pflaumer revela que a variância e o desvio padrão das apostas feitas sob o sistema Martingale são surpreendentemente altos. Isso indica que, embora os jogadores possam experimentar vitórias iniciais, a estratégia leva a flutuações drásticas no capital, com uma tendência maior para perdas devastadoras a longo prazo em comparação com os ganhos. Estas análises são reforçadas por simulações computacionais que mostram como a prática dessa estratégia resulta frequentemente em falência, devido à eventual e inevitável ocorrência de uma longa sequência de resultados adversos.

A conclusão de Pflaumer é que a estratégia Martingale, enquanto psicologicamente sedutora por prometer a recuperação de perdas, é matematicamente falha e impraticável sob condições típicas de cassino, destacando a importância de entender as probabilidades e limitações do jogo antes de adotar tais sistemas de aposta.

Foto: JESHOOTS.com/Pexels/Divulgação

Embora a estratégia Martingale seja bem conhecida e frequentemente utilizada em cassinos, particularmente em jogos como a roleta, sua adaptação para o contexto das apostas esportivas, como no futebol, é uma ideia que exige cuidadosa consideração. Ao considerar, por exemplo, um cenário em que um apostador decide aplicar a Martingale no mercado de gols de uma partida de futebol, este modelo teórico propõe que o apostador dobraria suas apostas após cada jogo em que a equipe favorita falhasse em marcar, na esperança de que um gol eventualmente ocorra e compense todas as perdas anteriores, além de proporcionar lucro.

No entanto, a natureza dinâmica e imprevisível do futebol torna essa estratégia extremamente arriscada. O futebol, com suas reviravoltas inesperadas e influência de variáveis externas, como condições climáticas e decisões arbitrais, pode facilmente frustrar tais táticas de apostas progressivas. Portanto, embora teoricamente possível, aplicar a Martingale em apostas de futebol pode conduzir a perdas rápidas e significativas, especialmente em sequências de jogos com resultados surpreendentes, desafiando as probabilidades e demonstrando a complexidade de prever resultados no esporte.

Outro estudo realizado pela ENV Media explora a realidade desafiadora das apostas online em jogos de roleta online, onde estratégias como a Martingale são frequentemente promovidas na internet. Segundo o estudo, essas estratégias, embora populares em redes sociais e grupos de apostas, revelam-se ineficazes a longo prazo e aumentam significativamente o risco financeiro para os jogadores.

A ENV Media realizou testes práticos para comparar os resultados de apostas baseadas na sorte e na intuição com a estratégia Martingale em ambientes controlados de jogo de roleta online. Os resultados revelaram um cenário de ganhos e perdas semelhantes em ambos os testes, indicando que o sucesso nas apostas depende amplamente da sorte, não de uma jogada específica. Os grupos e sinais prometendo garantias são falhos, e as técnicas como a Martingale apenas oferecem um gerenciamento de risco de curto prazo. A vantagem matemática do cassino sobre o jogador a longo prazo permanece inalterada, pois as probabilidades de cada aposta são fixas pelas regras e mecânica do jogo. Estratégias específicas podem fornecer apenas um controle temporário ou uma ilusão de gerenciamento, sem garantir ganhos consistentes a longo prazo.

A análise comparativa entre a Martingale e apostas de valor constante revelou que, enquanto a Martingale aumenta a volatilidade do saldo do jogador, isso não se traduz em melhores resultados financeiros a longo prazo. Em muitos casos, os jogadores enfrentaram a exaustão de seus fundos antes de recuperar as perdas, o que ilustra a falácia desta estratégia em garantir ganhos sustentáveis.

O estudo da ENV Media conclui que, apesar das promessas de lucros rápidos e recuperação de perdas, a estratégia Martingale é altamente arriscada e economicamente impraticável para a maioria dos jogadores. Este exemplo destaca a necessidade de abordagens mais prudentes e baseadas no gerenciamento efetivo de riscos em apostas, especialmente em jogos tão imprevisíveis quanto a roleta.

Culturalmente, o apelo da Martingale em jogos de roleta pode ser associado ao fascínio humano pelo risco e pela possibilidade de grandes recompensas. Psicologicamente, o método explora o desejo de recuperar perdas, um impulso que pode levar a decisões de aposta precipitadas e pouco estratégicas. No contexto brasileiro, onde tanto a roleta quanto as apostas no futebol são populares, a conscientização sobre as falhas matemáticas e os riscos da Martingale é essencial.

A estratégia Martingale, tanto em jogos de roleta quanto em apostas esportivas em futebol, oferece uma lição valiosa sobre a natureza das apostas e as ilusões de estratégias infalíveis. As análises matemáticas e estatísticas desaconselham seu uso como método seguro de ganhar a longo prazo, reforçando a ideia de que o sucesso nas apostas requer mais do que simplesmente dobrar as apostas após cada derrota. A prudência, a gestão de risco e a aceitação da incerteza são fundamentais para a sustentabilidade e o prazer no mundo das apostas.

Referências bibliográficas

ENV Media. Estratégias fraudulentas e promessas vazias – A verdade por trás dos grupos de iGaming no Telegram Brasil. Disponível em: https://env.media/br/grupos-do-telegram-de-igaming-brasil-expostos/. Acesso em: 02 mai. de 2024.

ENV Media. Quais são os jogos de cassino online mais buscados no Brasil. Disponível em: https://ludopedio.org.br/arquibancada/quais-sao-os-jogos-de-cassino-online-mais-buscados-no-brasil/. Acesso em: 02 mai. 2024.

KTO. Roleta. Disponível em: https://www.kto.com/pt/cassino-ao-vivo/roleta/. Acesso em: 02 mai. 2024.

PFLAUMER, Peter. A Statistical Analysis of the Roulette Martingale System: Examples, Formulas and Simulations with R. Apresentado no evento 17th International Conference on Gambling & Risk Taking, 2019, Las Vegas, Nevada, Estados Unidos.

SALDANHA, Renato Machado; CARVALHO, Verônica Toledo Ferreira de. Bet(Unfair): futebol e apostas no Brasil. Ludopédio, São Paulo, v. 146, n. 42, 2021.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Ludopédio.
Seja um dos 14 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA

Como citar

PEREIRA, Patrícia. A eficácia da estratégia Martingale em jogos de roleta e apostas esportivas no futebol. Ludopédio, São Paulo, , 2024.
Leia também:
  • .

    O Que Determina o Valor de Mercado das Criptomoedas?

    Patrícia Pereira
  • .

    As Maiores Contratações do Futebol Brasileiro em 2024

    Patrícia Pereira
  • .

    A importância do futebol de formação para crianças

    Patrícia Pereira