156.12

Duelo de bases gigantes

Anita Efraim 11 de junho de 2022
Academia de futebol
Ilustração: Deborah Sangui.

Ser um time de futebol formador, como o santista bem sabe, é um orgulho que nem todos podem ter. Formar um jogador de futebol desde moleque é um processo complexo, cheio de nuances. É preciso ensina-lo não apenas a ser um jogador de futebol, mas uma pessoa melhor pro mundo.

Quem levar pra casa da taça da Libertadores da América o terá feito por jogar muita bola de forma coletiva, mas há, sim, uma emoção a mais em ver que os feitos mais importantes são de jogadores nascidos e criados no próprio clube.


Seja um dos 26 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA

Como citar

EFRAIM, Anita. Duelo de bases gigantes. Ludopédio, São Paulo, v. 156, n. 12, 2022.
Leia também:
  • 156.33

    Futebol de Controle (III): dossiê contra o VAR

    Fabio Perina
  • 156.32

    Racismo na Fórmula 1: A mídia esportiva precisa mudar a mentalidade

    Júlia Belas
  • 156.31

    Convocar ou não convocar, eis a questão

    Gustavo Dal'Bó Pelegrini