Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

A administração dos clubes de futebol profissional do Distrito Federal em face à nova legislação esportiva brasileira

Ano

2002

Faculdade/Universidade

Faculdade de Estudos Sociais Aplicados, da Universidade de Brasília

Orientador(a)

Samir Suaiden

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Administração

Páginas

184

Arquivos

Resumo

A pesquisa analisou as fases passada e presente da gestão das organizações esportivas profissionais que atuam na primeira divisão de futebol do Distrito Federal, em face de uma mudança ambiental – a promulgação da Lei Pelé. O cenário do atual mundo globalizado mostra um mercado caracterizado por exigentes consumidores e ambiente competitivo volátil e menos previsível. No futebol brasileiro, o profissionalismo avançou nas relações de trabalho, na venda e aquisição de jogadores, não ocorrendo o mesmo na administração dos clubes. Muitos dirigentes ainda não aceitam que o futebol tornou-se um negócio. Até a vigência da Lei 6.251/1975, as legislações brasileiras eram muito voltadas ao esporte amador. Com a promulgação da Lei Zico (1993), os clubes tiveram a opção de se tornarem empresas. Em 1998 a Lei Pelé alterou profundamente as relações do desporto nacional e avançou na profissionalização da administração esportiva, extremamente enfraquecida em razão dos escândalos de má gestão dos clubes. A Medida Provisória n° 39/2002, recentemente editada, impõe a organização em sociedades comerciais ou a contratação de empresas para administrarem as atividades profissionais das entidades de prática desportiva. Esse instrumento confere aos clubes que gerem e exploram o desporto profissional, um tratamento muito semelhante ao das demais empresas comerciais. A profissionalização da administração dos clubes esportivos caminha no sentido de ser uma exigência para que estas organizações, muitas vezes centenárias, possam permanecer existindo num mercado cada vez mais competitivo. No Distrito Federal, os clubes esportivos, embora não sejam tão antigos quanto os dos estados brasileiros – pela juventude da Capital Federal –, ainda não demonstraram em ações e em resultados expressivos, o devido conhecimento e consciência quanto às mudanças que objetivem a consolidação dessas instituições como empresas lucrativas social e comercialmente. Na pesquisa foram estudados os dez clubes que participaram do Campeonato Brasiliense da primeira divisão de futebol profissional, no ano de 2001. A investigação permitiu traçar um perfil sócio-econômico e cultural dos principais dirigentes dessas entidades e constatar que o modelo de gestão utilizado atualmente está muito mais próximo do preconizado na legislação de 1975, do que nos moldes definidos pela atual Lei Pelé (1998). Foi realizado um levantamento do “estado da arte” da administração esportiva no Brasil e no mundo, e, em especial, uma revisão sobre a evolução histórica do futebol no Distrito Federal e delineamento da cultura organizacional do ambiente esportivo de futebol no Brasil e especificamente no Distrito Federal. Apenas um clube está registrado como empresa, sendo o único a manter em seus quadros, profissionais qualificados para exercerem a administração dessa organização esportiva. Em termos estatísticos foram utilizadas medidas de associação para variáveis qualitativas levantadas em questionários aplicados aos dirigentes dos clubes. Tendo em vista as limitações do presente trabalho, novos estudos devem ser produzidos, no sentido de aprofundarem o problema aqui discutido.

Palavras-chave: 1. Administração 2. Administração Esportiva 3. Legislação
Esportiva.

Abstract

This research has analized the past and present stages of the professional sports organizations in the soccer premier league in the Federal District, taking into consideration an environmental change – the passing of the Pelé Bill. The current globalized scenario presents a world market characterized by demanding consumers and a competitive, volatile and less predictable environment. In Brazilian soccer, professionalism has made progress in labor relations and in the trade of players; however, in team administration that is not true yet. Many managers have not accepted the fact that soccer has turned into a business. As long as Law 6,251/1975 was in force, Brazilian legislation was focused on amateurish sports. After Zico Bill was passed (1993), teams could choose whether to become enterprises. In 1998, the Pelé Bill profoundly changed relations in the national sports and advanced into the profissionalization of sports administration, which had been extremely undermined by team mismanagement scandals. The Provisory Measure number 39/2002, recently approved, demands the organization into a commercial enterprise or the hiring of an enterprise to manage the professional activities of sports entities. This law grants the teams which manage professional sports a similar treatment to that given to other commercial enterprises. The professionalization of sports administration seeks to maintain such organizations – some of them centennial – in operation in an increasingly competitive market. The Federal District sports teams, despite not being so traditional as those in other states – due to the Capital’s short lifetime – are yet to demonstrate in significant deeds and outcome the aknowledgement and awareness of the changes towards the consolidation of such institutions as socially and commercially profitable enterprises. In this research work, the ten teams which took part in the 2001 Brasilia soccer premier league were studied. This investigation has led to a social, economic and cultural profile of the main managers of such entities, as well as a conclusion that the current management model is much closer to that described in the 1975 legislation, than to the standards established by the present Pelé Bill (1998). There was an evaluation of sports administration “state of the art” both in Brazil and in the world, along with an analysis of the history of soccer in the Federal District and, also, an outline of the organizational culture within the soccer environment in Brazil, more specifically in the Federal District, where there is only one team registered as an enterprise which maintains qualified personnel in sports management. As far as statistics goes, the team managers replied to questionaires which were used to establish qualitative variables based on association measures. Due to the restrictions of the present research, further studies should be undertaken as to deepen the discussion herein proposed.

Key words: 1. Administration 2. Sports Administration 3. Sports Legislation.

Sumário

1 Introdução, 1
1.1 Cenário, 1
1.2 Objetivo geral, 14
1.3 Hipótese, 14
1.4 Limitações do estudo, 15
1.5 Delimitações do estudo, 15
1.6 Relevância do estudo, 15
1.7 Glossário, 16
 
2 Revisão de literatura, 20
2.1 As fases de vida das organizações, 20
2.2 O futebol no distrito federal: dos acampamentos ao profissionalismo, 24
2.3 Os clubes profissionais da primeira divisão do DF na atualidade, 35
2.4 Os conceitos de administração e profissão, 40
2.5 A evolução na administração esportiva, 41
2.6 Competência relacional e a administração profissional, 42
2.7 O cliente e a administração esportiva, 44
2.8 A necessidade de mudança planejada no ambiente, 46
2.9 O clima organizacional, 46
2.10 A cultura organizacional, 49
2.11 Os fatores de mudança, 55
2.12 A cultura organizacional do futebol brasileiro, 57
2.13 A administração esportiva brasileira pós-constituição de 1988, 62
2.14 A retomada do processo de ruptura do status quo, 64
2.15 O grande legado da Lei Zico, 64
2.16 A Lei Pelé como consolidadora do processo iniciado pela Lei Zico, 68
2.17 A cultura do futebol brasileiro e o processo de mudança, 70
2.18 A fase em que se encontram as empresas esportivas no Brasil, 75
2.19 Administrando para o futuro, 84
2.20 Rumo à nova visão estratégica, 87
2.21 A nova situação para as organizações esportivas, 98
2.22 Centralização ou descentralização administrativa?, 98
2.23 Aprendendo a esquecer, 100
2.24 Síntese da revisão teórica, 100
 
3 Material e método, 103
3.1 Tipo de pesquisa, 103
3.2 Universo e amostra, 104
3.3 Seleção dos sujeitos, 105
3.4 Elaboração do instrumento e coleta de dados, 105
3.5 Conteúdo do questionário, 107
3.6 Tratamento dos dados, 108
 
4 Resultados e discussão, 109
4.1 Apresentação do resultado, 109
4.2 Associação entre as variáveis, 130
4.3 Discussão do resultado, 139
 
5 Conclusões, 142
 
6 Anexos, 143
 
7 Referências Bibliográficas, 176
8 Bibliografia, 181

Referência

AZEVêDO, Paulo Henrique. A administração dos clubes de futebol profissional do Distrito Federal em face à nova legislação esportiva brasileira. 2002. 184 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Faculdade de Estudos Sociais Aplicados, da Universidade de Brasília, Brasília, 2002.
Cadastre-se para receber novidades