Biblioteca

Seja um dos 10 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 2317-8825

“A Baía de Guanabara não é um Tema Olímpico”: Jogos do Rio 2016 e Sustentabilidade – crônicas de uma tragédia anunciada

Periódico / Revista

Continentes

Número

n. 10

Ano

2017

Páginas

p. 69-86

Arquivos

Resumo

A Baía de Guanabara, corpo hídrico de inquestionável importância histórica e ecológica, é constantemente motivo de uma promessa ambiental sequer próxima de ser cumprida: a despoluição de suas águas. Os recentes Jogos Olímpicos de Verão do Rio de Janeiro – 2016 recorreram a este compromisso falacioso e indicaram, por meio dos desígnios da sustentabilidade, a sua despoluição como meta principal e maior legado. Como farsa ou tragédia, o recorrente fracasso da despoluição da Baía de Guanabara permanece como única herança de diferentes planos econômico-ambientais, governos e megaeventos.

Palavras-chave: Jogos Olímpicos; Baía de Guanabara; sustentabilidade; Programa de Despoluição da Baía de Guanabara; poluição.

Resumen

La Bahía de Guanabara, cuerpo hídrico de incuestionable importancia histórica y ecológica, es constantemente motivo de una promesa ambiental ni siquiera próxima de ser cumplida: la descontaminación de sus aguas. Los recientes Juegos Olímpicos de Verano de Rio de Janeiro – 2016 recurrieron a este compromiso falaz e indicaron, por medio de los designios de la sostenibilidad, su descontaminación como meta principal y mayor legado. Como farsa o tragedia, el recurrente fracaso de la descontaminación de la Bahía de Guanabara permanece como única herencia de diferentes planes económico-ambientales, gobiernos y mega eventos.

Palabras clave: Juegos Olímpicos; Bahía de Guanabara; ostenibilidad; Programa De descontaminación de la Bahía de Guanabara; contaminación.

Abstract

Despite the announcement, over the decades, of numerous plans for the cleanup of the Guanabara Bay, a water body of unquestionable historical and ecological importance, none has been, so far, remotely close to completion. In the context of the 2016 Rio de Janeiro Summer Olympic Games, those plans were again evoked by a discourse of sustainability, and their completion was portrayed as a major legacy of the mega-event. But the repeated failure to cleanup the Guanabara Bay remains the only true legacy of different economicenvironmental plans, administrations and mega-events.

Keywords: Olympic Games; Guanabara’s Bay; sustainability; Guanabara Bay Cleanup Program; pollution.

Referência

MASCARENHAS, Gilmar; OLIVEIRA, Leandro de Dias; PONTES, Jeferson Alexandre Pereira. “A Baía de Guanabara não é um Tema Olímpico”: Jogos do Rio 2016 e Sustentabilidade – crônicas de uma tragédia anunciada. Continentes. Rio de Janeiro, n. 10, p. 69-86, 2017.
Cadastre-se para receber novidades