Biblioteca

Seja um dos 9 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1807-5509

A cobertura esportiva dos Jogos Olímpicos de Londres 2012: a tematização do “doping” no portal de notícias G1

Número

n. 3

Ano

2013

Ano

2013

Volume

v. 27

Área de concentração

Educação Física

Cidade

São Paulo

Páginas

p. 437-446

Arquivos

Resumo

O “doping” no esporte gera questões de interesse constante na mídia, sobretudo durante a realização de Jogos Olímpicos (JO). Especialmente nos casos de “doping” envolvendo os grandes nomes do esporte olímpico internacional, como Ben Johnson nos JO de Seul 1988 e Marion Jones em Sydney 2000, os quais arruinaram suas reputações da noite para o dia. O objetivo deste trabalho é investigar as notícias “online” a respeito de “doping” publicadas durante os Jogos Olímpicos de Londres 2012 (JOL) em um grande portal de notícias brasileiro o G1. Para isto, foi selecionado e classificado o conteúdo de todo o material publicado com as palavras-chave: “doping” e jogos olímpicos de Londres, durante o período de 25 de julho a 13 de agosto de 2012. Verificamos um total de 191 reportagens das quais foram incluídas na análise 145, 54 delas foram encontradas no Extra Online, seguidas de 37 no site do Globo Esporte, 23 no site do G1, 22 no Jornal O Globo e nove na Revista Época. Em cima deste material, uma leitura em profundidade centrada na análise de conteúdo foi realizada. Os resultados desta análise indicaram duas categorias de consenso: a) as desconfianças em torno do desempenho dos atletas; b) as punições destinadas aos atletas com exames positivos. Os conteúdos analisados nesse portal apresentam os atletas com o “doping” positivo como trapaceiros e a Agência Mundial Antidoping (AMA) como uma espécie de polícia internacional que está em permanente guerra contra o “doping”. Tal fato parece semelhante com a guerra às drogas, em vigília constante sobre os resultados esportivos individuais dos atletas. 

Abstract

The issues about doping are frequently in media, mainly during sports mega events such as Olympic Games. Famous athletes like Ben Johnson (Seoul 1988) and Marion Jones (Sydney 2000) were banished by sports organizations, and their career had declined forever. This research aims to study news about doping in an important Brazilian news website during London 2012 Olympic Games, named G1. In so doing that, all the news were selected and categorized from July 25 to August 13 2012 by the following key words: doping and London 2012 Olympic Games. One hundred and ninety one news were identified, but only 145 were related to Olympic Games. Fifty four were found in the website newspaper called “Extra Online”, 37 in “Globo Esporte”, 23 in “G1”, 22 in “O Globo” and 9 in “Época” magazine. The theoretical reference chosen to read news carefully and deeply was the Content Analysis. Two categories emerged from analysis: a) the doubts about the high sport performance of some athletes; b) the necessary punishments to “positive athlete exams”. The conclusions point out that media treats athletes like cheaters. It also identifies World Antidoping Agency (WADA) as an “international police” in a permanent fight against doping. This kind of thoughts is very similar to war against drugs, and it makes all the efforts to control athletes and their performances. 

Referência

SILVA, Paulo Rodrigo Pedroso da; RIBEIRO, Carlos Henrique de Vasconcellos; DACOSTA, Lamartine Pereira. A cobertura esportiva dos Jogos Olímpicos de Londres 2012: a tematização do “doping” no portal de notícias G1. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo, v. 27, n. 3, p. 437-446, 2013.
Cadastre-se para receber novidades