A intervenção do serviço social no trabalho com as famílias dos atletas

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Especialização

A intervenção do serviço social no trabalho com as famílias dos atletas das categorias de base do futebol

Faculdade/Universidade

Faculdade Paulista de Serviço Social

Tema

Especialização

Área de concentração

Especialização em Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos no Trabalho com Famílias

Páginas

40

Arquivos

Resumo

O objetivo do presente trabalho é apresentar a intervenção do Serviço Social no trabalho com atletas das categorias de base do futebol e suas famílias. A maioria da população brasileira idealiza essa profissão, desejando que seus  filhos façam parte dessa vitrine que é o futebol. Entretanto, tal sonho idealizado não traz consigo os problemas e as dificuldades por quais passam os menores de idade na tentativa de se tornar um craque. É através desse trabalho que pretendemos demonstrar a realidade da formação dos atletas no futebol, tentando desmistificar o mito de todas as crianças e adolescentes que querem se tornar um atleta profissional. Para isso, pretendemos confrontar os aspectos legais Constituição Federal do Brasil, Estatuto da criança e do Adolescente – ECA, Lei Pelé dentre outras e os aspectos reais,  através das intervenções cotidiana do assistente social embasado no seu Projeto ético político. Enfatizando sobre a importância da escolarização e a responsabilidade da família e dos gestores dos clubes sobre a garantia e proteção dos Direitos fundamentais e Desportivos.

Palavra-chave: Atletas das categorias de base. Futebol, Famílias, serviço social.

Sumário

INTRODUÇÃO, 8

CAPITULOI O FUTEBOL NA CONTEMPORANEIDADE, 11
1.1. O avanço da legislação em torno das práticas desportivas: Futebol, 11
1.2. As práticas desportivas e o certificado de clube formador – CCF, 13
1.3. Categorias de base do futebol, 16

CAPITULO II CONCEITO DE FAMÍLIA E REFLEXÕES SOBRE AS ATUAIS CONFIGURAÇÕES, 21
2.1. A família contemporânea, 21
CAPÍTULO IIIA FAMILIA DOS ALTETAS EM FORMAÇÃO E O SERVIÇO SOCIAL, 25
3.1. A construção do Projeto Ético Politico do Serviço Social no futebol, 25
3.2. Influência da família sobre o processo de iniciação das categorias de bases do futebol no futebol, 27
3.3. O serviço social e as famílias dos atletas das categorias de bases do
futebol, 31

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 37
REFERÊNCIAS, 39

Cadastre-se para receber novidades