A Pátria na “Imprensa de Chuteiras”: futebol, mídia e identidades

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Congresso

A Pátria na “Imprensa de Chuteiras”: futebol, mídia e identidades

Tema

Congresso

Nome do congresso

27º Encontro Anual da ANPOCS

Cidade

Caxambu

Páginas

p. 1-18

Arquivos

Resumo

Este trabalho visa a analisar a apropriação midiática da relação entre futebol e cultura brasileira contemporânea a partir da definição social de categorias constituintes de uma “identidade brasileira”, presentes na cobertura da imprensa esportiva da Copa do Mundo de 2002 em jornais do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. Esta Copa constitui-se em um caso particularmente interessante neste sentido, uma vez que, a partir da figura emblemática do técnico Luis Felipe Scolari, os elementos tradicionalmente associados ao “ser brasileiro” – elementos que se manifestariam em um “estilo brasileiro de jogar futebol”, de que Romário é talvez um dos melhores exemplos – sofreram uma rearticulação no discurso midiático. O objetivo desta pesquisa é analisar os processos de significação associados às “identidades brasileiras” a partir dos discursos da imprensa esportiva brasileira relativa aos “fatos esportivos” da Copa do Mundo de 2002. Minha intenção é aprofundar a discussão acerca do papel do futebol como “operador simbólico” da nacionalidade no Brasil a partir de sua apropriação pelo discurso da imprensa esportiva.

Palavras-chave: Mídia (imprensa esportiva); Copa do Mundo (futebol); identidade nacional

Cadastre-se para receber novidades