A sociologia das profissões e a sociologia do esporte

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Congresso

A Sociologia das Profissões e a Sociologia do Esporte: profissionalização e mercado de trabalho no futebol gaúcho

Tema

Congresso

Nome do congresso

26º Encontro Anual da ANPOCS

Cidade

Caxambu

Entidade Organizadora

ANPOCS - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

Resumo

O presente trabalho investiga o processo de profissionalização no futebol gaúcho, sistematizando uma eventual aproximação entre a Sociologia das Profissões e a Sociologia do Esporte. Trata-se de uma pesquisa acerca das motivações e expectativas profissionais, processo de seleção de jogadores e concepção dos atletas sobre aprendizagem de futebol. O recorte empírico da pesquisa é formado pelos jogadores das categorias Juvenil, Júnior e Profissional do Sport Club Internacional de Porto Alegre (RS). Como metodologia utilizou-se pesquisa documental, entrevistas, questionários e análise de conteúdo. Os resultados apontam que as principais motivações profissionais são (a) possibilidade de ganhar altos salários, (b) jogar na seleção brasileira, (c) incentivo da família, (d) dom. As maiores expectativas são jogar no (a/s): (1) profissionais do Internacional, (2) seleção brasileira, (3) futebol do eixo Rio-São Paulo e (4) exterior. O condicionamento físico e o disciplinamento do corpo são elementos essenciais da formação do jogador profissional no SC Internacional, a qual constitui um processo de incorporação de um habitus futebolístico típico deste clube. A habilidade, a força física, a estatura elevada, a capacidade técnica e a disposição de treinamentos são os principais critérios para se tornar jogador de futebol profissional no SC Internacional dentro do modelo globalista de formação profissional.

Cadastre-se para receber novidades