Arquibancada feminina - Nathália Fernandes Pessanha

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Arquibancada feminina

Relações de Gênero e formas de ser torcedora nas arquibancadas do Rio de Janeiro
Faculdade/Universidade

Instituto de História, Universidade Federal Fluminense

Banca

Rosana da Câmara Teixeira, Bernardo Buarque Borges de Hollanda

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em História Social

Páginas

157

Arquivos

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo versar sobre a presença feminina e as relações de gênero nas torcidas cariocas, tratando, para isso, de temas pertinentes à essa inserção, como assédio, machismo, violência de gênero e outros temas correlatos. Serão analisadas entrevistas, reportagens e fontes legislativas que contribuam para alcançar os objetivos propostos. Ao longo do trabalho será feita uma imersão histórica no mundo do futebol feminino, sobretudo durante o período de sua proibição (1941-1979), visando entender como essa proibição afetou e afeta as torcedoras. As análises feitas levaram em conta tanto as torcedoras organizadas como as não organizadas pertencentes aos quatro grandes times do futebol carioca: Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco.

Palavras-chave: Futebol, torcedoras, gênero.

Abstract

The present paper aims to discuss the female presence and gender relations in Rio supporters, addressing, for this, themes relevant to this insertion, such as harassment, machismo, gender violence and other related issues. Interviews, reports and legislative sources that contribute to achieving the proposed objectives will be analyzed. Throughout the paper, a historic immersion in the world of women’s football will be made, especially during the period of its prohibition (1941-1979), aiming to understand how this prohibition affected and affects the fans. The analyzes made took into account both the organized and non-organized fans belonging to the four great teams of Rio de Janeiro football: Botafogo, Flamengo, Fluminense and Vasco.

Keywords: Soccer, supporters, gender.

Sumário

Pré-jogo – A torcida se reúne no bar: uma introdução, 9

1. Mulheres em campo: breve histórico da presença feminina no campo e nas arquibancadas, 21
1.1 Tabelinha: censura na vida, censura no campo, 22
1.2 É proibido respeitar a proibição! O futebol feminino tem que continuar, 28
1.3 Além das quatro linhas: nascem as jovens, 31
1.4 E elas permaneceram lá! A presença feminina nas nascentes torcidas, 38
1.5 Driblando as dificuldades: as torcidas femininas nas décadas de 1970 e 1980, 42
1.6 O que dizem delas? Representações das mulheres torcedoras, 50

2. Primeiro tempo. Torcida: substantivo feminino, 57
2.1 A galera na arquibancada: identidades e pertencimentos torcedores, 60
2.2 O estádio como local de aprendizagem: as diferenciações de gênero e as pedagogias da arquibancada, 65
2.3 O estatuto do torcedor e as nomenclaturas do torcer, 69
2.4 Elas por elas: a vez das torcedoras comuns, 73
2.5 Machismo, homofobia e heteronormatividade: questões presentes nas arquibancadas, 79
2.6 Cartão vermelho: policiamento e violência, 88

3. Segundo tempo: “Fale conosco e não sobre nós” Mulheres nas torcidas organizadas e em outras formas de associativismo, 98
3.1 Organizadas, barras, torcidas de alento: as diversas nomenclaturas das entidades
torcedoras, 99
3.2 Chama o VAR! Um novo olhar sobre o estatuto do torcedor e as instituições das torcidas organizadas, 112
3.3 Na súmula: feminismos, organização e mulheres de arquibancada – o encontro do MDA, 118
3.3.1 De mulher pra mulher: o Encontro do MDA, 124
3.3.2 Outras vozes: a participação da ANATORG e a carta de intenções, 134
Saindo do estádio: perspectivas para depois dos 90 minutos, 138

Referências, 144
Anexo, 151

Cadastre-se para receber novidades