Biblioteca

Seja um dos 9 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1983-7194

As posições no futebol e suas especificidades

Periódico / Revista

Revista Brasileira de Futebol

Número

n. 2

Ano

2014

Volume

v. 7

Páginas

p. 71-83

Arquivos

Resumo

Introdução: A forma das equipes jogarem e se distribuírem em campo é algo muito estudado atualmente, entretanto, as variadas disposições táticas das equipes provocaram o surgimento de novas denominações para as posições no campo de jogo, que devem ser identificadas e caracterizadas. Objetivo: Identificar e classificar as posições no campo de jogo desempenhada pelos jogadores de futebol, a fim de unificar a nomenclatura utilizada para cada uma delas. Metodologia: Utilizou-se método empírico-analítico. Foi realizada uma revisão bibliográfica sobre a nomenclatura utilizada para definir as posições dos jogadores de futebol, tomando como base livros e artigos da área somente no idioma português. Resultados: O posicionamento dos atletas no futebol determinam sua função no campo de jogo, normalmente associada ao sistema tático utilizado pela equipe. Encontrou-se na literatura diversas denominações para as posições dos atletas, entretanto com poucas definições e classificações. Foi proposto uma unificação da terminologia para melhor compreensão das posições até então pouco exploradas na literatura. Têm-se como proposta de nomenclatura no setor de defesa: Goleiro, Zagueiro, Líbero e Lateral; no setor de armação: Volante, Ala, Meia de contenção, Meia de armação, Meia extremado e Meia atacante; e no setor ofensivo: Atacante recuado, Atacante de beirada e Atacante de área. Conclusões: Devido a variedade de sistemas táticos utilizados, e as várias funções ofensivas e defensivas em diferentes setores e lados do campo que os atletas de futebol realizam, foi proposta uma nomenclatura considerando as possibilidades táticas desempenhadas por um jogador em campo. É possível classificá-las em três grandes grupos conforme o setor do campo de principal atuação do atleta, sendo eles de defesa, armação e ofensivo, os quais possuem diferentes subdivisões.

Abstract

Introduction: The way teams play and distribute themselves on the field is very currently studied, however, the varied tactics provisions of the teams led to the emergence of new names for positions on the playing field, which should be identified and characterized. Objective: To identify and classify the positions on the playing field played by soccer players to unify the nomenclature used for each. Methods: Was used empirical-analytical method. A literature review was conducted about the nomenclature used to define the positions soccer players, based on books and articles in the area, only Portuguese language. Results: The positioning of athletes in soccer determine its function on the playing field, usually associated with the tactics used by the team. It was found in the literature different names for the positions of athletes, however with a few definitions and classifications. A unification of terminology to better understanding of the positions hitherto little explored in the literature was proposed. There have as naming proposal in the defense sector: Goalkeeper, Central Defender, Sweeper and Wing Back; in the middle: Defensive Midfielder, Wing Back, Central Midfielder, Playmaker, Side Midfielder, Attacking Midfielder; and offensive sector: Defensive Forward, Winger and Advanced Forward. Conclusions: Due to the variety of tactical systems used, and the various offensive and defensive functions in different sectors and sides of the field that the soccer players perform, we proposed a nomenclature considering the tactical possibilities performed by a squad. Can be classify them into three groups according to the sector of activity of the athletes in the game, and they defense, middle and offensive, which has different subdivisions.

Referência

GUIMARãES, Murilo Balbino; CALDAS, Glauber Fernando de Sousa; LIMA, Ramon Cardoso; , . As posições no futebol e suas especificidades. Revista Brasileira de Futebol. Viçosa, v. 7, n. 2, p. 71-83, 2014.
Cadastre-se para receber novidades