Biblioteca

Seja um dos 26 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1984-9540

“Bruna fechou o gol hoje”: o futebol como tecnologia sexopolítica na Educação Física escolar

Periódico / Revista

Periferia

Número

n. 1

Ano

2022

Volume

v. 14

Páginas

p. 72-93

Arquivos

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir as percepções de estudantes sobre o futebol como conteúdo da Educação Física escolar. Tomamos como base as noções de Biopolítica de Michel Foucault, Sexopolítica de Paul Preciado e a dialética
inclusão/exclusão, como referências teóricas centrais, e operacionalizamos uma pesquisa-ação em uma escola pública do Rio de Janeiro, no segundo semestre de 2019, como parte do projeto de extensão Educação Física escolar
na perspectiva inclusiva. A partir de propostas pedagógicas reflexivas e inclusivas, que se voltam ao reconhecimento das diferenças nas aulas, emergiu a resistência do futebol ser vivenciado de forma igualitária por meninos e meninas, entretanto reconhecemos que tal questão pode ser tensionada e desestabilizada com ações inclusivas nos espaços de aula.

Palavras-chave: Educação física escolar; Futebol; Gênero; Sexopolítica; Inclusão.

Resumen

El objetivo de este artículo es discutir las percepciones de los estudiantes sobre el fútbol como contenido de la Educación Física en la escuela. Tomamos como base las nociones de Biopolítica de Michel Foucault, Sexpolítica de Paul Preciado y la dialéctica inclusion/exclusion como referentes teóricos centrales, y operacionalizamos una investigación acción en una escuela pública de Río de Janeiro, como parte del proyecto de extensión Educación Física en la perspectiva inclusiva. A partir de propuestas pedagógicas reflexivas e inclusivas, que se centran en reconocer las diferencias de clases, surgió la resistencia del fútbol a ser vivido por igual por niños y niñas sin embargo reconocemos que este tema puede ser enseñado y desestabilizado con acciones inclusivas en el aula.

Palabras clave: Educación física escolar; Fútbol; Género; Sexopolítica; Inclusión.

Abstract

The aim of this article is to discuss the perceptions of students about football as a content of Physical Education at school. We take as a basis the notions of Biopolitics by Michel Foucault, Sexpolitics by Paul Preciado and the inclusion/exclusion dialectic as central theoretical references, and we operationalize an action research in a public school in Rio de Janeiro, as part of the extension project School Physical Education in the inclusive perspective. Based on reflective and inclusive pedagogical proposals, which focus on recognizing differences in classes, the resistance of football to be experienced equally by boys and girls emerged class, however, we recognize that this issue can be tensioned and destabilized with inclusive actions in classroom spaces.

Keywords: School physical education; Soccer; Gender; Sexopolitics; Inclusion.

Referência

AMORIM, July Roberta dos Santos; FONSECA, Michele Pereira de Souza da; BRITO, Leandro Teofilo de. “Bruna fechou o gol hoje”: o futebol como tecnologia sexopolítica na Educação Física escolar. Periferia. Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 72-93, 2022.
Cadastre-se para receber novidades