Biblioteca

Seja um dos 12 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 2316-882X

Comunicação organizacional e futebol: análise das estratégias comunicativas do Grêmio Gaviões da Fiel

Periódico / Revista

Cadernos de Comunicação

Número

n. 3

Ano

2017

Volume

v. 21

Páginas

p. 34-51

Arquivos

Resumo

Com a transformação do futebol em negócio, e cada vez mais independentes do clube que representam, tornando-se fundamental uma imagem positiva para sua manutenção, a comunicação organizacional passou a ter grande importância para as torcidas organizadas. Assim, o presente artigo busca analisar os meios de comunicação do Grêmio Gaviões da Fiel, investigando a maneira como a torcida se comunica com seu público.

Palavras-Chave: comunicação organizacional; torcida organizada; Gaviões da Fiel.

Resumen

Con la transformación del fútbol en un negocio, y cada vez más independientes del club que representan, haciéndose fundamental una imagen positiva para su mantenimiento, la comunicación organizacional pasó a tener gran importancia para las hinchadas organizadas. Por lo anterior, este artículo busca examinar los medios de comunicación del Gremio Gaviões de Fiel, analizando la manera como la hinchada se comunica con su público.

Palabras-clave: comunicación organizacional; hinchadas organizadas; Gaviões da Fiel.

Abstract

With the transformation of soccer into a business, and becoming more and more independent of the club they represent, making it a fundamental positive image for its maintenance, organizational communication has become of great importance for organized crowd. Like this, the present article search to analyze the communication media of Gaviões da Fiel, investigating the way the crowd communicates with your audience.

Keywords: organizational communication; organized crowd; Gaviões da Fiel.

Referência

AZEVEDO, Núbia Maria Silva; MARTINS, Nair Prata Moreira. Comunicação organizacional e futebol: análise das estratégias comunicativas do Grêmio Gaviões da Fiel. Cadernos de Comunicação. Santa Maria, v. 21, n. 3, p. 34-51, 2017.
Cadastre-se para receber novidades