Biblioteca

Seja um dos 21 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Tese

Das minas de carvão para os clubes de futebol e sociedades recreativas

Experiência de classe entre o operariado da indústria carbonífera do Rio Grande do Sul (1930-1950)
Ano

2021

Faculdade/Universidade

Centro de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal de Santa Maria

Tema

Tese

Área de concentração

Doutorado em História

Páginas

313

Arquivos

Resumo

Esta tese está inserida na Linha de Pesquisa Cultura, Migrações e Trabalho do Programa de Pós Graduação em História da Universidade Federal de Santa Maria e trata da compreensão das experiências dos mineiros da região carbonífera do Baixo Jacuí por meio dos espaços de lazer e sociabilidade como impulsionadoras do processo de formação da classe. Ancorando-se principalmente na perspectiva teórica trazida por E. P. Thompson e nos estudos dos Mundos do Trabalho, do Lazer e da História Social do Futebol, investiga-se de que forma estes espaços se constituíram em locais nos quais é possível observar movimentos de dominação e resistência que incluem a defesa do direito ao lazer e aos sentidos próprios das práticas lúdicas e esportivas do operariado, mesmo em meio às contradições de classe. Tendo em vista a conjuntura que permeia o período da Segunda Guerra Mundial e do Estado Novo, bem como o controle do Consórcio Administrador de Empresas de Mineração (Cadem) sobre as minas de carvão da região, abordam-se as condições de vida e trabalho nas vilas operárias e como foram sendo constituídas as relações sociais, tanto no trabalho quanto nos espaços de lazer e sociabilidade. Após, busca-se compreender o discurso constituído em torno do ideário higienista e a maneira como estava relacionado à questão dos esportes. Assim, compreende-se parte das formas de dominação do Cadem inclusive por meio do fomento ao desenvolvimento de clubes de futebol na região, especialmente a partir do final da década de 1930. Posteriormente, discutem-se os aspectos relativos aos conflitos no interior da classe e à solidariedade descontinuada entre os mineiros. Por fim, são analisadas formas e espaços heterogêneos de resistência dos mineiros, apresentando o processo de construção de sentidos próprios da classe operária para as suas práticas lúdicas, de sociabilidade e esportivas, contrapondo ou mesmo ressignificando os padrões impostos pelo higienismo propagado pelo Cadem. Foram analisados documentos escritos e imagens levantados em acervos públicos e pessoais, imagens captadas em grupos de memória nas redes sociais e documentos orais produzidos por meio de entrevistas.

Palavras-chave: Mundos do Trabalho. Classe. Região carbonífera. Mineiros. Futebol. Lazer.

Abstract

This thesis is part of the Culture, Migration and Work Research Line of the Postgraduate Program in History at the Federal University of Santa Maria and deals with the comprehension of the experiences of miners in the coal region of Baixo Jacuí through leisure and sociability spaces as drivers of the class formation process. Based mainly on the theoretical perspective brought by E.P. Thompson and on the studies of the Worlds of Labor, Leisure and the Social History of Football, we investigate the formation of these spaces in places where it is possible to observe movements of domination and resistance which include the defense of the right to leisure and the meanings of the playful and sporting practices of the working class, even in the midst of class contradictions. Considering the situation that permeates the period of World War II and the Brazilian Estado Novo (New State), as well as the control of the Management Consortium of Mining Companies (Cadem) over the coal mines in the region, the working and living conditions in the region are addressed, as well as how these were formed, both at work and in spaces for leisure and sociability. Subsequently, an attempt is made to comprehend the discourse constituted around the hygienist ideology and the way it was related to the issue of sports. Thus, part of the forms of domination of Cadem is understood, including through the promotion of the development of soccer clubs in the region, especially since the end of the 1930s. Later, aspects related to conflicts within the class are and the discontinued solidarity among miners are discussed. Finally, the heterogeneous forms and spaces of resistance of the miners are analyzed, presenting the process of construction of the working class’s own meanings for their playful, sociable and sports practices, opposing or even reframing the standards imposed by the hygienism propagated by Cadem. Written documents and images collected in public and personal collections, images captured in memory groups on social networks and oral documents produced through interviews were analyzed.

Key words: Worlds of Labor. Social Class. Coal region. Miners. Soccer. Leisure.

Sumário

1 INTRODUÇÃO, 25

2 A REGIÃO CARBONÍFERA DO RIO GRANDE DO SUL: DA DESCOBERTA DO CARVÃO MINERAL À “ERA CADEM”, 43
2.1 A INDÚSTRIA DO CARVÃO DO PRINCÍPIO AO APOGEU, 44
2. 2 ENTRE ANÚNCIOS E CARTAS: A BUSCA POR TRABALHO NAS MINAS DE SÃO JERÔNIMO, 61
2.3 BAIXANDO AS MINAS DE CARVÃO E ENFRENTANDO AS CONDIÇÕES DE TRABALHO, 65
2.4 VIVENDO NAS VILAS OPERÁRIAS DE ARROIO DOS RATOS E DE BUTIÁ SOB OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DO CADEM, 73
2.4.1 Educação, 76
2.4.2 Moradia e saúde, 82
2.4.3 Alimentação, religião e controle policial, 90
2.5 LAZER E SOCIABILIDADE: ESPAÇOS E PRÁTICAS LÚDICAS NAS MINAS, 97

3 A FORMAÇÃO DO FUTEBOL OPERÁRIO NA REGIÃO CARBONÍFERA DO BAIXO JACUÍ, 109
3.1 HIGIENISMO, ESPORTE E OPERARIADO, 109
3.2 POLÍTICAS DESPORTIVAS EM TEMPOS DE GUERRA, 117
3.3 MINEIROS, PATRÕES E OS CLUBES DE FUTEBOL OPERÁRIO, 124
3.3.1 Esporte Clube Brasil: o clube de futebol pioneiro nas minas do Baixo Jacuí, 138
3.3.2 Esporte Clube Guarani: espanhóis e a “elite da companhia”, 145
3.3.3 Departamento Sportivo das Minas: a fusão de clubes rivais, 158

4 FUTEBOL OPERÁRIO, SOLIDARIEDADE DE CLASSE E RIVALIDADES ENTRE OS MINEIROS DE CARVÃO, 167
4.1 VIOLÊNCIA NO COTIDIANO DE TRABALHO, 175
4.2 OS CLUBES DE FUTEBOL NAS MINAS COMO EXPRESSÃO INSTITUCIONAL DAS RELAÇÕES SOCIAIS, 189
4.3 CAMPO DE BATALHA: O PROCESSO-CRIME DE 1938, 197
4.3.1 Memórias, espaços e pertencimento: mapeando as rivalidades, 198
4.3.2 O processo-crime, 205

5 HETEROGENEIDADE DOS ESPAÇOS E FORMAS DE RESISTÊNCIA DOS MINEIROS: SINDICATO, CLUBES DE FUTEBOL E SOCIEDADES RECREATIVAS, 225
5.1 OS MINEIROS ENTRE EXPLORAÇÕES E RESISTÊNCIAS, 226
5.1.1 Resistências por meio do Sindicato, 227
5.1.2 Resistências autônomas, 236
5.2 VIGILÂNCIA, DIREITO AO LAZER E DISSÍDIO DE 1943, 239
5.2.1 Vigilância, 242
5.2.2 Sobre o Dissídio Coletivo de 1943: entre a desqualificação e a defesa do lazer operário, 246
5.2.3 Sociedades recreativas e reconhecimento: o caso da Sociedade Recreativa Porto do Conde, 259
5.3 MINEIROS E SUA AMPLA CULTURA DE RESISTÊNCIA, 264
5.3.1 O caso da máquina de escrever “desviada da Companhia”, 267
5.3.2 Operários ligados ao Sindicato presentes nos clubes de futebol e nas sociedades recreativas, 268
5.3.3 Os sentidos das práticas lúdicas e do futebol para o operariado das minas, 269

6 CONCLUSÃO, 279

REFERÊNCIAS, 285

APÊNDICE A – SOLICITAÇÃO DE ACESSO AO ARQUIVO DA FGF, 295
APÊNDICE B – ROTEIRO 1 ENTREVISTAS – FUTEBOL (TESE E PROJETO E.C. BRASIL), 297
APÊNDICE C – CARTA DE CESSÃO DE DOCUMENTO ORAL: VANDERLETE NEVES DA SILVA, 301
APÊNDICE D – CARTA DE CESSÃO DE DOCUMENTO ORAL E AUDIOVISUAL: PAULO CAMPOS SILVA, 303
APÊNDICE E – CARTA DE CESSÃO DE DOCUMENTO ORAL E AUDIOVISUAL: LUIS FERNANDO ÁVILA DA SILVA, 305
APÊNDICE F –CARTA DE CESSÃO DE DOCUMENTO ORAL E AUDIOVISUAL: ADÃO LOPES SALATI, 307
APÊNDICE G – CARTA DE CESSÃO DE DOCUMENTO ORAL E AUDIOVISUAL: WALQUIR TISSOT, 309
APÊNDICE H – CARTA DE CESSÃO DE DOCUMENTO ORAL E AUDIOVISUAL: JOÃO CARLOS LOPES ALVES, 311

ANEXO A – TERMO DE RESPONSABILIDADE PELO USO E DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES, 313

Referência

FREITAS, Tassiane. Das minas de carvão para os clubes de futebol e sociedades recreativas: Experiência de classe entre o operariado da indústria carbonífera do Rio Grande do Sul (1930-1950). 2021. 313 f. Tese (Doutorado em História) - Centro de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2021.
Cadastre-se para receber novidades