Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Democracia Corinthiana

sentidos e significados da participação dos jogadores
Título original / alternativo

Corinthians Democracy: meanings and significance of the players’ participation

Ano

2012

Faculdade/Universidade

Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Educação Física

Título em inglês

Corinthians Democracy: meanings and significance of the players’ participation

Páginas

206

Arquivos

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar a Democracia Corinthiana no contexto social brasileiro, buscando compreender a relação que os jogadores desenvolveram na gestão do clube corintiano, no período de 1981 a 1985, conhecido como Democracia Corinthiana, de modo a buscar a gênese da ideia dos jogadores como trabalhadores. Chegamos a uma questão essencial: a luz do movimento social geral daquele contexto sociohistórico, em que medida o avanço da organização empresarial do Sport Club Corinthians Paulista – o processo de modernização que se desenrolava – se relacionava com as possibilidades de participação empreendidas pelos jogadores na Democracia Corinthiana, bem como quais são os limites e as possibilidades desse meio de gestão? Analisamos os plurais sentidos de democracia que se desenvolveram entre os principais sujeitos do movimento corintiano, de modo a entender o grau de espontaneidade e diferenças de envolvimento, bem como de entendimento, fizeram parte dessa criação histórica. Como parte disso, evidenciamos os sentidos e possibilidades que a participação teve para os jogadores, de modo a circundar a cultura política que se desenvolveu entre os mesmos, envolvendo reflexões sobre o grau de autonomia e de conscientização. Com isso, procuramos compreender como a Democracia Corinthiana concretamente avançou para além do interior do departamento de futebol do clube para influenciar o restante da categoria, forjando uma configuração de trabalhadores da bola. A pesquisa foi realizada por meio de pesquisa bibliográfica, documental e entrevistas com dois integrantes da Democracia Corinthiana. Esta pesquisa evidenciou a pluralidade de significados e representações da participação dos jogadores nesse movimento, percebendo diferentes formas de se inserir nele e de constituir a cidadania do jogador de futebol.

Abstract

The objective of this research was to analyze the Corinthians Democracy movement in the Brazilian social context, seeking comprehension of the relation developed among the players during the management of the club from 1981 to 1985, period known as the Corinthians Democracy, in order to bring the genesis of the idea of the players as workers. There was an essential question: on the general social movement of that social and historical context, to what extent the progress of Sport Club Corinthians Paulista as an enterprise - in the modernization process then taking place – was related to the possibilities of participation undertaken by the Corinthians Democracy players, as well as which were the limits and possibilities of that management? The plural meanings of democracy that evolved among the main individuals of the Corinthians movement were analyzed in order to understand how spontaneous or integrated, or even how the people that took part of this historic creation understood it. As part of the process, the meanings and possibilities of the participation for the players were analyzed in order to expose the political culture developed among them, including reflections about the extent of autonomy or conscience. Thus we intended to comprehend how the Corinthians Democracy actually developed outside the club’s inner football department in order to influence the rest of this worker’s class, emulating a configuration of the football workers as a whole. The survey was conducted by bibliographic and documental researches, as well as two members of the Corinthians Democracy were interviewed. This research showed the plurality of the significances and the representations created of the players’ participation in this movement, realizing different ways of political participation and of citizenship constitution from the football players.

Sumário

1 INTRODUÇÃO, 21

2 PRA COMEÇO DE CONVERSA... SITUANDO O PROBLEMA DE PESQUISA, 29

3 O MOMENTO HISTÓRICO, POLÍTICO E ECONÔMICO DE SURGIMENTO DA DEMOCRACIA CORINTHIANA, 40
3.1 O regime ditatorial-militar, 41
3.2 A distensão e crise do regime, 44
3.3 A emergência dos movimentos Sociais, 55
3.4 A emergência na cena pública da ação coletiva, dos movimentos sociais e dos ciclos de protestos, 57
3.5 A campanha das “Diretas-Já” e seus desdobramentos, 62

4 TECENDO A NARRATIVA DA DEMOCRACIA CORINTHIANA, 69
4.1 A narrativa da Democracia Corinthiana, 71
4.1.1 A saída de Matheus e a consolidação do projeto da “abertura”, 75
4.1.2 A vitória do projeto da abertura e da democracia, 80
4.1.3 De “projeto de abertura” à “Democracia Corinthiana”, 82
4.1.4 A radicalização da abertura, 86
4.1.5 O retorno da hierarquia à Democracia Corinthiana, 89
4.1.6 A Nação [Corinthiana] Frustrada, 92
4.1.7 A Democracia Corinthiana na corda bamba, 93
4.1.8 A derrocada da Democracia Corinthiana, 96
4.2 Após a derrota da Democracia Corinthiana, 97

5 A DEMOCRACIA CORINTHIANA NO ÂMBITO DA MODERNIZAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO, 100
5.1 A crise no futebol brasileiro na década de 1980 e os sentidos da modernização, 107
5.2 A modernização do futebol no Corinthians, 116

6 DEMOCRACIA E PARTICIPAÇÃO DOS JOGADORES DE FUTEBOL DA DEMOCRACIA CORINTHIANA, 133
6.1 Os sentidos da democracia para os sujeitos da Democracia Corinthiana, 134
6.2 A política e a participação dos jogadores da Democracia Corinthiana, 151
6.2.1 Quem são esses sujeitos: a categoria de jogadores de futebol, 151
6.2.2 A participação dos jogadores na Democracia Corinthiana, 158
6.2.3 A participação dos jogadores do Corinthians no sindicato da categoria, 173

7 CONSIDERAÇÕES FINAIS, 183

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÀFICAS, 191

ANEXO 1 – ENTREVISTA COM WLADIMIR, 199

Referência

MARTINS, Mariana Zuaneti. Democracia Corinthiana: sentidos e significados da participação dos jogadores. 2012. 206 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2012.
Cadastre-se para receber novidades