Biblioteca

Seja um dos 15 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 01013289

Do centro à periferia: sobre a presença da Teoria Crítica do Esporte no Brasil

Número

n. 1

Ano

2006

Volume

v. 28

Área de concentração

Educação Física/Ciências do Esporte

Cidade

Campinas

Páginas

p. 185-200

Arquivos

Resumo

A Teoria Crítica do Esporte (TCE) é um movimento alimentado pela contracultura e pela Escola de Frankfurt que nasce na Europa e chega ao Brasil nos anos de 1980 como aporte teórico da crítica ao esporte. Ela se desenvolve no país em dois momentos: a supracitada chegada e uma recepção crítica a partir da década seguinte. Entre eles, um esforço de apresentação em textos descritivo-analíticos. A TCE foi especialmente assimilada pela área de educação física e se popularizou em versões às vezes vulgares. A crítica a ela aponta questões importantes, sobretudo relacionadas à investigação empírica. O debate com a TCE deveria aproximá-la de sua origem teórica, aprofundando conceitos propostos pelos frankfurtianos, não como receituário, mas como convite à pesquisa e à reflexão.

Resumo (outro idioma)

La Teoría Crítica del Deporte (TCD) es un movimiento teórico alimentado por la contracultura y por la Escuela de Frankfurt que nace en Europa y llega al Brasil en los años 1980 como aporte teórico de la crítica al deporte. Ella se desarrolla en el país en dos momentos: la citada llegada y una recepción crítica a partir de la década siguiente. Entre ellos, un esfuerzo de presentación en textos descriptivo-analíticos. La TCD fue especialmente asimilada porel área de Educación Físicay se popularizó en versiones a veces vulgares. La crítica a ella apunta cuestiones importantes, principalmente relacionadas a La investigación empírica. El debate con la TCD debería acercársela de su origen teórico, profundizando los conceptos propuestos por los frankfurtianos, no como una receta, sinocomo una invitación a la investigación y ala reflexión.

Abstract

The Critical Theory of Sport (CTS) is an approach that has its roots in the counterculture and the Frankfurt School. It originated in Europe and arrived in Brazil in the 1980s as a theoretical model for the critique of sport. The development of CTS can be characterized by two stages: one referring to the moment of its arrival and another linked to the critical responses it generated over the following decade. There was also an effort made to apply the approach in the production of descriptive and analytical texts. CTS was especially well-received in the area of physical education, although popularized in ways that sometimes led to its vulgarization. A critique of the approach signals some important issues to be considered, particularly with regard to empirical research. Engaging CTS in fruitful debate would mean taking it back to its theoretical origins and making a more profound use of the concepts proposed by representatives of the Frankfurt School, not as formulae to be applied but as an invitation to research and reflection.

Referência

TORRI, Danielle; VAZ, Alexandre Fernandez. Do centro à periferia: sobre a presença da Teoria Crítica do Esporte no Brasil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Campinas, v. 28, n. 1, p. 185-200, 2006.
Ludopédio

Acompanhe nossa tabela do Campeonato Brasileiro - Série A