Biblioteca

Seja um dos 14 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 2526-4494
Dossiê Futebol e mulheres

Empoderamento e relações de poder: a cobertura feminista da Copa do Mundo da Rússia pelo projeto “dibradoras”

Periódico / Revista

FuLiA / UFMG

Número

n. 1

Ano

2019

Volume

v. 4

Tema

Dossiê Futebol e mulheres

Páginas

p. 23-38

Arquivos

Resumo

A representatividade feminina no esporte ganhou espaço com a oportunidade de debatê-la no ambiente plural da internet. Em sintonia com as demandas da sociedade, também surgiram conteúdos diferentes dos portais tradicionais de esporte, com o objetivo de promover a cobertura feminista no segmento. Neste contexto, o blog dibradoras acompanhou a Copa do Mundo de Futebol Masculino (Rússia, 14 de junho a 15 de julho de 2018), apoiado na compreensão do empoderamento como o processo de questionar ideologias e relações de poder. Para identificar a natureza dos questionamentos e medir a interação positiva ou negativa com a mensagem central da notícia, aplicamos a metodologia de análise de conteúdo em duas etapas. Definimos as categorias “posicionamento”, “gênero em profundidade” e “empoderamento” para classificar os títulos dos 20 textos que formaram o corpus. Posteriormente, analisamos o total de 214 comentários, que foram em sua maioria negativos e emitidos por homens.

PALAVRAS-CHAVE: Gênero; Jornalismo esportivo; Empoderamento; Copa do Mundo.

Abstract

The female representation in sport has gained space with the opportunity to debate it in the plural environment of the internet. In line with the demands of society, different contents of traditional sports portals have also appeared, with the objective of promoting feminist coverage in the segment. In this context, the dibradoras blog accompanied the Men’s Soccer World Cup (Russia, June 14 to July 15, 2018), supported in the understanding of empowerment as the process of questioning ideologies and power relations. In order to identify the nature of the questions and to measure the positive or negative interaction with the central message of the news, we apply the methodology of content analysis in two stages. We defined the categories “positioning”, “genre in depth” and “empowerment” to classify the titles of the 20 texts that formed the corpus. Subsequently, we analyzed the total of 214 comments, which were mostly negative and issued by men.

KEYWORDS: Gender; Sports Journalism; Empowerment; World Cup.

Referência

FIRMINO, Carolina. Empoderamento e relações de poder: a cobertura feminista da Copa do Mundo da Rússia pelo projeto “dibradoras”. FuLiA / UFMG. Belo Horizonte, v. 4, n. 1, p. 23-38, 2019.
Ludopédio

Acompanhe nossa tabela do Campeonato Brasileiro - Série A