Biblioteca

Seja um dos 17 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Tese

Ensaios em economia do futebol

Ano

2022

Faculdade/Universidade

Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Universidade Federal do Ceará

Tema

Tese

Área de concentração

Doutorado em Economia

Páginas

133

Arquivos

Resumo

Esta tese abrange três ensaios sobre Economia do Futebol. No primeiro ensaio, foram estudados os fatores determinantes da arrecadação per capta de receitas de bilheterias dos jogos, e os fatores que afetam as chances de se obter uma bilheteria acima da média das receita de bilheteria de todos os jogos do Campeonato Brasileiro de Futebol da primeira divisão nas temporadas de 2016 e 2017. Para este estudo, utilizou-se como metodologia as técnicas de estimação pelo método de mínimos quadrados com heterocedasticidade corrigida para corrigir problemas de heterocedasticidade e evitar que os estimadores de mínimos quadrados sejam ineficientes no modelo de fatores determinantes da razão entre receita de bilheteria e público pagante e foi feita a estimação de um modelo probit para analisar fatores determinantes da probabilidade de se ter receita de bilheteria acima da média para o campeonato. Em relação ao modelo para a razão entre receita de bilheteria e público, observou-se que as estimativas para de ingressos, a posição do clube entre os quatro últimos na tabela de classificação e o jogo nas regiões centro-oeste e sul impactaram negativamente sobre a variável dependente e a presença de clube grande e a posição do clube entre os seis primeiros colocados impactaram positivamente sobre a razão de receita e público pagante. Para o modelo relacionado com a probabilidade de bilheteria alta, observou-se que a presença de Flamengo, Corinthians ou Palmeiras no jogo, e a diferença de classificação dos clubes na tabela afetaram positivamente a chance de bilheteria alta, enquanto a posição do clube entre os quatro últimos influenciou negativamente a probabilidade de bilheteria alta. O segundo ensaio apresentou um estudo dos principais fatores determinantes do endividamento dos clubes considerando uma amostra de vinte e dois clubes de futebol no período de 2012 a 2017 com um procedimento metodológico em que se utiliza estimação de modelos econométricos por métodos de efeitos fixos e dados em painel dinâmico Arellano e Bond (1991). Verificou-se que a participação em competições internacionais, a transparência e a receita relacionaram-se inversamente com o endividamento, porém o custo com o departamento de futebol, a pontuação no Ranking Nacional de Clubes da CBF e a variável referente à participação do clube no Profut, programa de financiamento das dívidas tributárias dos clubes e modernização na gestão de clubes de futebol no Brasil, afetaram positivamente o endividamento dos clubes. No terceiro ensaio, analisou-se os fatores determinantes do desequilíbrio competitivo das ligas nacionais de futebol baseando-se na pontuação dos clubes ao final dos campeonatos da primeira divisão no Brasil, Espanha, Inglaterra, Alemanha, França, Portugal e Holanda no período de 2008 a 2019. Os modelos de fatores determinantes do desequilíbrio competitivo foram estimados por métodos de mínimos quadrados com heterocedasticidade corrigida, efeitos fixos e efeitos aleatórios. Para as variáveis dependentes utilizou-se o desvio-padrão da pontuação, índice de razão de concentração dos cinco primeiros clubes CR5CB, índice de concentração Herfindahl-Hirschman de balanço competitivo HHICB, razão Herfindahl de balanço competitivo (HRCB) Adjemian, Gayant e Pape (2012) e o coeficiente de desigualdade de Gini para a pontuação total dos clubes nos campeonatos nacionais. Observou-se que o número de times na liga nacional, o total de jogadores estrangeiros e o desvio-padrão da quantidade de jogadores estrangeiros afetam positivamente o desequilíbrio competitivo dos campeonatos, enquanto o valor de mercado dos elencos, o número de empates nos jogos e de vitórias de clubes visitantes apresentaram relação inversa com o desequilíbrio competitivo das ligas nacionais de futebol.

Palavras-chave: Futebol; Economia do Futebol; Clubes de futebol. Receita de bilheteria; Profut; Endividamento; Ligas nacionais de futebol; Desequilíbrio competitivo.

Abstract

This thesis comprises three essays on Football Economics. In the first essay, the determining factors of the per capita revenue of the box office of the games were studied, and the factors that affect the chances of obtaining a box office above the average of the box office revenue of all the games of the Brazilian Football Championship of the first division in the 2016 and 2017 seasons. For this study, estimation t echniques using the least squares method with corrected heteroscedasticity were used as a methodology to correct heteroscedasticity problems and prevent the least squares estimators from being inefficient in the model of determining factors of the ratio be tween box office revenue and paying audience and a probit model was estimated to analyze factors determining the probability of having above average box office revenue for the championship. Regarding the model for the ratio between box office and audience revenue, it was observed that the estimates for tickets, the club’s position among the last four in the classification table and the game in the centralwest and south regions had a negative impact on the dependent variable and the presence of a large club and the club’s position among the top six had a positive impact on the ratio of revenue and paying public. For the model related to the probability of high box office, it was observed that the presence of Flamengo, Corinthians or Palmeiras in the game, an d the difference in the classification of clubs in the table positively affected the chance of high box office, while the position of the club among the last four negatively influenced the probability of high box office. The second essay presented a study of the main factors determining the indebtedness of clubs considering a sample of twenty two football clubs in the period from 2012 to 2017 with a methodological procedure in which estimation of econometric models is used by methods of fixed effects and da ta in dynamic panel Arellano and Bond (1991). It was found that participation in international competitions, transparency and revenue were inversely related to indebtedness, but the cost with the football department, the score in the CBF National Club Rank ing and the variable referring to the club’s participation in the Profut, a program for financing the clubs’ tax debts and modernizing the management of football clubs in Brazil, positively affected the clubs’ indebtedness. In the third essay, the determin ing factors of the competitive imbalance of the national football leagues were analyzed, based on the scores of the clubs at the end of the first division championships in Brazil, Spain, England, Germany, France, Portugal and Holland in the period of 2008. to 2019. Models of determinants of competitive imbalance were estimated by least squares methods with corrected heteroscedasticity, fixed effects and random effects. For the dependent variables we used the standard deviation of the score, the concentratio n ratio index of the first five clubs CR5CB, the HerfindahlHirschman concentration index of competitive balance HHICB, Herfindahl ratio of competitive balance (HRCB) Adjemian, Gayant and Pape ( 2012) and the Gini inequality coefficient for the total score of clubs in the national championships. It was observed that the number of teams in the national league, the total number of foreign players and the standard deviation of the number of foreign players positively affect the competitive imbalance of champio nships, while the market value of the squads, the number of draws in games and of victories of visiting clubs showed an inverse relationship with the competitive imbalance of national football leagues.

Keywords: Football; Football Economy; Football clubs. box office revenue; Profits; Indebtedness; National football leagues; Competitive imbalance.

Sumário

1 ESTUDO DE FATORES DETERMINANTES DA RECEITA DE BILHETERIA NOS JOGOS DE FUTEBOL NA PRIMEIRA DIVISÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL NO PERÍODO DE 2016 A 2017, 5
1.1 Introdução, 15
1.2 Revisão de literatura, 20
1.3 Metodologia, 28
1.3.1 Base de dados, 28
1.3.2 Modelos probit e logit, 29
1.3.2.1 Modelo probit, 29
1.3.3 Especificação dos modelos econométricos e descrição das variáveis do modelo econométrico, 30
1.4 Resultados e discussões, 38
1.5 Considerações finais, 43
Referências bibliográficas, 47

2 ESTUDO DE FATORES DETERMINANTES DO ENDIVIDAMENTO DE CLUBES DE FUTEBOL BRASILEIROS NO PERÍODO DE 2012 A 2017, 48
2.1 introdução, 48
2.2 Revisão de literatura, 50
2.2.1 Fair play financeiro da UEFA, 50
2.2.2 Evolução da regulação da relação clube-jogador no futebol brasileiro e a implementação do Profut, 55
2.3 Metodologia, 67
2.3.1 Base de dados, 67
2.3.2 Modelo de dados em painel dinâmico Arellano e Bond (1991), 68
2.3.3 Especificação do modelo econométrico, 69
2.4 Resultados e discussões, 73
2.5 Considerações finais, 78
Referências bibliográficas, 79

3 ESTUDO DE FATORES DETERMINANTES DO DESEQUILÍBRIO COMPETITIVO DE LIGAS NACIONAIS DE FUTEBOL NO BRASIL E NA EUROPA NO PERÍODO DE 2008 A 2019, 81
3.1 Introdução, 81
3.2 Referencial teórico, 84
3.2.1 Economia do esporte, 84
3.2.2 Balanço Competitivo, 86
3.2.3 Estudos anteriores sobre Balanço Competitivo, 89
3.3 Metodologia, 98
3.3.1 Tipologia da pesquisa, 98
3.3.2 Base de dados, 98
3.4 Resultados e discussões, 100
3.5 Considerações finais, 128
Referências bibliográficas, 131

Referência

SOUZA, Cândido Átila Matias. Ensaios em economia do futebol. 2022. 133 f. Tese (Doutorado em Economia) - Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2022.
Cadastre-se para receber novidades