Biblioteca

Seja um dos 9 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 18091296

Entre “machos” y “putos”: estilos masculinos y prácticas violentas de una hinchada de fútbol

Periódico / Revista

Esporte e Sociedade

Número

n. 4

Ano

2006/2007

Ano

2006-2007

Área de concentração

Sociologia

Cidade

Rio de Janeiro

Arquivos

Resumo

O futebol, e em particular a violência no futebol, são temáticas desprezadas pelo debate acadêmico, embora esta situação tenha em certo sentido se alterado nos últimos anos. A violência no futebol foi até hoje explicada como uma ação irracional própria do estado de não-civilização dos setores mais baixos da sociedade; e por esta razão os violentos são comumente denominados seres irracionais e não-civilizados selvagens, bárbaros, inadaptados e demais substantivos depreciadores. As interpretações que concebem a violência como um estádio de barbárie, ocultam a representação social destas ações e suas relações com outros fenômenos sociais. O trabalho de observação participante com os torcedores de um clube das divisões de acesso do futebol argentino teve como resultado expor os vínculos existentes entre os atos de violência e as formas de identificação do gênero masculino.

Referência

ZUCAL, José Garriga. Entre “machos” y “putos”: estilos masculinos y prácticas violentas de una hinchada de fútbol. Esporte e Sociedade. Niterói, n. 4, 2006-2007.
Cadastre-se para receber novidades