Biblioteca

Seja um dos 14 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISBN 9788579750304
Física aplicada ao futebol

Física do futebol

Ano

2012

Tema

Física aplicada ao futebol

Área de concentração

Ensino Médio

Cidade

São Paulo

Páginas

144

Editora

Oficina de Textos

Sinopse

Futebol e Física são inseparáveis. Futebol é movimento, mas não um movimento qualquer, desordenado, sem leis. Cada jogador é um criador num cenário com leis predeterminadas. Cada ação do jogador tem sua intenção, que é, em parte, moldada pelas leis (regras) do futebol e pelas leis da natureza. Mas assim como é impossível prever o quadro de um pintor a partir de sua aquarela, a ação de um jogador é, em princípio, também impossível de prever, mesmo com o conhecimento de todas as leis da natureza. Muitos dizem que é isso o que torna o futebol tão apaixonante, e que talvez o futebol brasileiro seja o que mais se aproxima dessa criatividade em campo. Obviamente este livro não tem a mínima intenção de arranhar esse encanto, mesmo porque seria uma tarefa em vão.

Entender a Física do futebol provavelmente não vai fazer ninguém jogar melhor, mas com certeza vai ajudar a compreender um pouco mais esse jogo fascinante. E para quem quer compreender as leis do movimento, estudar a Física do futebol é a maneira mais descontraída de fazê-lo. Este é o objetivo desta obra: mostrar para os boleiros e curiosos da Física, a Física que há no futebol.

O livro não só ensina Física, mas também as próprias regras do futebol e tudo o que nele acontece relacionado à Mecânica. Os conceitos de Mecânica são descritos de forma a cobrir todo o conteúdo normalmente abrangido no currículo de Física do primeiro ano do ensino médio.

A presente obra foi escrita de maneira a descrever em mais detalhes o porquê de certas coisas na Mecânica. Fórmulas matemáticas são utilizadas, mas sempre procuramos mostrar a motivação que existe por detrás delas. Acreditamos que o livro possa ser utilizado de maneira quase autodidata, pela forma como foi desenvolvido.

Sumário

Capítulo 1: Movimento, 11
Futebol é movimento em que repouso é apenas uma pausa. O jogo começa quando a bola rola, mas o futebol mesmo acontece quando assistimos ao drible genial, ao chute perfeito, à defesa fenomenal, ao gol. O repouso e a quietude absolutos que precedem a cobrança de um pênalti numa final de campeonato são como cortinas que escondem a celebração ao movimento, traga ele alegrias ou tristezas. Este capítulo trata de como o movimento é descrito em seus mínimos detalhes na Física, mas sem preocupações acerca de como ele foi iniciado ou causado. Essa descrição do movimento sem se preocupar com suas causas, conhecida como Cinemática, é desenvolvida neste capítulo.
Capítulo 2: Força, 59
Toda e qualquer mudança do estado de movimento no futebol – do toque sutil entre as pernas do adversário, da tentativa frustrada de impedir uma jogada, do apito seco marcando um pênalti, da cobrança forte e bem colocada, do salto em vão do goleiro ao grito uníssono de gol – está relacionada à ação de uma força. Assim como no futebol, que tem suas 17 regras, na Mecânica há regras fundamentais que são chamadas de leis. Três delas expressam a relação quantitativa entre movimento e força. O estudo das forças e suas relações com o movimento pertencem à área da Mecânica chamada Dinâmica, que é discutida neste capítulo.
Capítulo 3: Energia, 93
Energia é mais um conceito físico fundamental que utilizamos bastante no dia a dia e no futebol em particular. Sabemos que há várias formas de energia. A energia elétrica que os vários equipamentos de nossas casas consomem, a energia química dos combustíveis para os automóveis e dos alimentos que consumimos, e a energia mecânica dos corpos em movimento são exemplos de diferentes formas de energia com que temos contato. Neste capítulo veremos como a energia está intimamente relacionada com o movimento dos corpos. Para tanto, abordaremos apenas uma das muitas formas de energia: a energia mecânica.

Capítulo 4: Fluidos, 115
Os líquidos e os gases são chamados de fluidos na Física. Obviamente, fluidos como a água e o ar são essenciais para a existência do ser humano. Neste capítulo, além dos conceitos básicos sobre fluidos, veremos como os fluidos são importantes nos movimentos dos corpos, em especial nos chutes da bola, nos quais, por causa da interação da bola em movimento com o ar, ocorre algo interessantíssimo no futebol: o efeito da bola.

Índice remissivo, 142

Observações

Para degustar o livro acesse Oficina de Livros.

Referência

DUARTE, Marcos; OKUNO, Emico. Física do futebol. São Paulo: Oficina de Textos, 2012.