Análise temática da cobertura da Copa do Mundo de 2019

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1646-5954

Futebol de mulheres na agenda da mídia: uma análise temática da cobertura da Copa do Mundo de 2019 em sites jornalísticos brasileiros

Periódico / Revista

Observatorio (OBS*)

Número

n. 4

Volume

v. 14

Páginas

p. 42-62

Arquivos

Resumo

Este artigo apresenta uma análise da cobertura da Copa do Mundo de futebol feminino de 2019, em sites jornalísticos esportivos brasileiros (Globo Esporte, UOL Esporte, ESPN, Torcedores.com e Placar). O objetivo é mapear o espaço concedido ao mundial deste ano, em que houve aumento considerável na cobertura midiática televisiva, com partidas transmitidas pela TV Globo, líder de audiência no país, em comparação a edições anteriores. O artigo discute a relação entre os conceitos de agendamento e critérios de noticiabilidade para interpretar o crescimento quantitativo e qualitativo na cobertura dos portais sobre o futebol de mulheres, modalidade até pouco tempo praticamente invisível aos olhos da grande mídia. O método utilizado para processar e classificar as 926 unidades do corpus foi a análise de conteúdo, a partir da qual foi possível identificar padrões e recorrências temáticas na cobertura midiática da Copa. Entre os principais resultados, destacamos um crescimento de 533% no número de notícias entre as Copas de 2015 e 2019 nos sites esportivos brasileiros. A pesquisa é uma contribuição teórica à Sociologia do Jornalismo, à Ciência da Comunicação e aos estudos acerca do futebol de mulheres no Brasil.

Palavras-chave: Futebol de mulheres; Jornalismo; Análise de conteúdo; Copa do Mundo feminina; Valor-notícia

Abstract

This paper presents an analysis of the media coverage of the 2019 Women’s Soccer World Cup, in Brazilian sports news websites (Globo Esporte, UOL Esporte, ESPN, Torcedores.com and Placar). It aims to map the space granted to this year’s World Cup, in which there has been a significant increase in television media coverage, which included TV Globo, the country’s leading network, compared to previous editions. The theoretical framework discusses the relationship between the concepts of agenda-setting and newsworthiness to interpret the large quantitative and qualitative growth in coverage on women’s soccer, until recently practically invisible in the eyes of the mainstream media. The method used to process and classify the 926 units present in the corpus was content analysis, from which it was possible to identify patterns and thematic recurrences in the media coverage of the World Cup. Among the main results, we highlight a 533% growth in the number of news between the 2015 and 2019 World Cups on Brazilian sports websites. The research is a theoretical contribution to the Sociology of Journalism, Communication Science and studies about women’s football in Brazil.

Keywords: Women’s soccer; Journalism; Content analysis; Women’s World Cup; Newsworthiness

Cadastre-se para receber novidades