Futebol Feminino no Brasil: do seu início à prática pedagógica

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 19806574

Futebol Feminino no Brasil: do seu início à prática pedagógica

Periódico / Revista

Motriz

Número

n.2

Ano

2002

Volume

v.8

Área de concentração

Educação Física

Cidade

Rio Claro

Arquivos

Resumo

A Educação Física na escola tem como função contribuir para a formação do cidadão, o que implica colocar-se contra valores e práticas sociais que desrespeitam a dignidade da pessoa. Assim, o objetivo deste trabalho é desvelar e explicitar as discriminações e preconceitos associados à questão de gênero, a partir da prática do futebol feminino no Brasil. Mais especificamente, procurou-se compreender as razões para o início tardio da participação feminina no esporte no país, bem como analisar as interfaces e desdobramentos desta prática no interior da escola. Para atingir tais objetivos foram analisadas matérias de jornais e entrevistas concedidas pelas jogadoras de futebol feminino. Além disso, procedeu-se uma análise de artigos, teses e trabalhos de conclusão de curso realizados no Brasil, tendo como foco a temática do futebol feminino. A partir destas análises, pode-se depreender que o início do futebol feminino esteve atrelado a jogos realizados entre empregadas domésticas, boates homossexuais e jogos entre modelos, ainda na década de 70. Contudo, o futebol institucionalizado teve início em meados da década de 80, vinculado, sobretudo aos interesses comerciais de patrocinadores, em particular a mídia televisiva. Em relação à questão de gênero, o papel do professor torna-se ainda mais complexo, uma vez que ele deve considerar todas as características do contexto pedagógico para tomar a decisão de unir ou separar os grupos de alunos.

Abstract

Physical Education inside school has the function of contributing to the citizen"s formation, what implies on a standpoint against social values and practices, which disrespect one"s dignity. Thus, the purpose of this study is to show discriminations and prejudices associated with gender, related to women"s soccer practice in Brazil. More specifically, it was tried to explore the reasons for the late beginning of the sport in this country, and to analyse the interfaces and aftermath of the school intramural practice. Newspaper and magazine articles, and female soccer players" interviews, were analysed in order to achieve these goals. Besides, an analysis of articles, thesis and monographs produced in Brazil was done, focusing on the women"s soccer theme. Hence these analyses have been given, one could note that the very beginning of women"s soccer was related to games among maids, models and homosexual clubs, yet in the 70s. Nevertheless, the institutionalized soccer had its starting point in the mid 80s, bound mainly to the sponsors" commercial interests, particularly TV media. On the gender subject, the teacher"s role becomes even more complex, once he/she shall consider all characteristics of the pedagogical context to decide unite or separate students" groups.

Como citar

DARIDO, Suraya Cristina. Futebol Feminino no Brasil: do seu início à prática pedagógica. Ludopédio, São Paulo, , 2010.
Cadastre-se para receber novidades