Biblioteca

Seja um dos 13 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Tese

Globalização e o sistema-mundo moderno do futebol

Modernidade e (de)colonialidade na circulação de atletas a partir dos mundiais FIFA
Ano

2021

Faculdade/Universidade

Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina

Orientador(a)

Carmen Rial

Co-rientador

Luiz Carlos Rigo

Tema

Tese

Área de concentração

Doutorado em Ciências Humanas

Páginas

201

Arquivos

Resumo

Ao longo do século XX, o futebol passou por diversas transformações, principalmente com a expansão da Federação Internacional de Futebol (FIFA) na gestão do brasileiro João Havelange, tendo historicamente duas grandes forças: Europa e América do Sul. Com a globalização, porém, ocorreu o processo da acentuação da desigualdade, causado por diversos aspectos, como a transnacionalização, cotas televisivas, empresarização de clubes e, principalmente, a Lei Bosman, com a livre circulação de jogadores e livre circulação do capital no futebol. A pesquisa baseia-se em um levantamento de dados a partir de fontes bibliográficas e documentais, sendo os procedimentos metodológicos que norteiam o presente trabalho de caráter exploratório-descritivo. Nesta perspectiva, a pesquisa teve o intuito de identificar as dinâmicas do sistema-mundo a partir da migração de atletas, as quais muitas vezes seguem a lógica colonial. Assim, o estudo visou contribuir para o entendimento da globalização no futebol masculino e feminino, demonstrando os fluxos migratórios na circulação de atletas na relação Periferia-Centro nos mundiais FIFA e apontar as questões e as especificidades do mercado do futebol praticado por mulheres.

Abstract

Throughout the 20th century, football has undergone several transformations, especially with the expansion of the International Football Federation (FIFA) under the management of Brazilian João Havelange, historically having two great forces: Europe and South America. With globalization, however, there was a process of increasing inequality, caused by various aspects, such as transnationalization, television quotas, corporate clubs and, mainly, the Bosman Ruling, with the free movement of players and free movement of capital in football. The research is based on a survey of data from bibliographical and documental sources, and the methodological procedures that guide this work are of exploratory-descriptive. In this perspective, the research aimed to identify the dynamics of the world-system from the migration of athletes, which often follow the colonial logic. Thus, the study aimed to contribute to the understanding of globalization in male and female football, demonstrating the migratory flows in the circulation of athletes in the Periphery-Center relationship in FIFA World Cups and pointing out the issues and specificities of the football market played by women.

Referência

PIZARRO, Juliano Oliveira. Globalização e o sistema-mundo moderno do futebol: Modernidade e (de)colonialidade na circulação de atletas a partir dos mundiais FIFA. 2021. 201 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2021.
Cadastre-se para receber novidades