Biblioteca

Seja um dos 12 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA

Heróis e vilões do futebol: as narrativas da imprensa brasileira

Número

n. 13

Ano

2021

Páginas

p. 142-160

Arquivos

Resumo

Heróis e vilões são personagens muito familiares e fartamente presentes no imaginário ocidental, popularizados por produções culturais variadas como romances, filmes e quadrinhos. Heróis e vilões também se fazem presentes nas narrativas produzidas pela mídia esportiva, sobretudo, nas coberturas da participação da seleção brasileira masculina de futebol em Copas do Mundo. Este artigo tem como objetivo demonstrar os principais recursos acionados no processo de construção de algumas figuras heroicas e vilânicas pelo jornalismo esportivo. Para tanto, este trabalho promove um breve trajeto pela história da construção da categoria “futebol-arte”, fundamental ao imaginário futebolístico nacional e à composição tanto dos heróis quanto dos vilões da seleção brasileira.

Palavras-chave: Heróis. Vilões. Copas do Mundo. Jornalismo Esportivo.

Abstract

Heroes and villains are characters very familiars and widely present in the Western imagination, as they are popularized by several cultural productions, such as novels, movies and comics. Heroes and villains are also present in the narratives produced by the sports media, especially in the press coverage over the Brazilian men’s soccer team in the World Cup. This article aims to demonstrate the main resources activated in the process of construction of some heroic and villainous figures by sports journalism. For that purpose, this work promotes a brief journey through the history of the construction of the “soccer-art” category, which is fundamental to the national soccer imaginary and also to the composition of both the heroes and the villains of the Brazilian national team.

Keywords: Heroes. Villains. World Cups. Sports Journalism.

Referência

HELAL, Ronaldo; COSTA, Leda. Heróis e vilões do futebol: as narrativas da imprensa brasileira. Revista do Centro de Pesquisa e Formação. São Paulo, n. 13, p. 142-160, 2021.
Cadastre-se para receber novidades