Maracanã: espaço e representações entre torcedores de futebol

Biblioteca

Seja um dos 20 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Maracanã

Espaço e representações entre torcedores de futebol
Ano

2016

Faculdade/Universidade

Instituto de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Orientador(a)

Edson Miagusko

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Ciências Sociais

Cidade

Seropédica

Páginas

163

Arquivos

Resumo

O presente trabalho foi construído tendo a relação de torcedores de futebol no estádio do Maracanã como ponto principal. Na esteira do chamado “futebol moderno”, aquele atingido diretamente pelos processos de globalização e mercantilização dos bens culturais, pretendemos identificar determinados processos e possíveis fenômenos capazes de afetar o modus torcedor. Uma das maneiras está diretamente ligada às modificações do espaço – seja em escala macro ou micro, do urbano ao lócus esportivo – propiciadas e incentivadas a partir dos grandes eventos. Dessa maneira identificamos a entrada da cidade do Rio de Janeiro na “era dos grandes eventos”, a partir do PanAmericano de 2007. Sendo assim, o estádio do Maracanã – nosso recorte físico de observação – passou por consideráveis modificações estruturais ao longo dos anos, em cada megaevento esportivo que abrigara. Desde sua inauguração no ano de 1950, até o presente momento, às vésperas dos Jogos Olímpicos, o que foi considerado “maior do mundo” é hoje um estádio com instalações físicas “modernas”, confortáveis e adaptadas aos padrões da Federação Internacional de Futebol (FIFA), considerados necessários para o espetáculo do futebol. Dessa maneira, procuramos identificar as representações que novos e “velhos” torcedores fazem desse novo-velho espaço. Símbolo incontestável do futebol brasileiro e monumento que por vezes se confunde com a própria cidade que o abriga. Para tanto, além de uma análise teórica que procura analisar o debate entre as cidades e os megaeventos procuramos fazer tanto das entrevistas quanto dos arquivos jornalísticos nosso campo de pesquisa. O periódico carioca Jornal dos Sports foi verificado para analisarmos como a construção do estádio do Maracanã, outrora Estádio Municipal, ocorreu. Bem como todo o debate em torno de sua construção. Entrevistando os torcedores pudemos concluir e apontar as nuances que esses indivíduos e suas agremiações torcedoras enfrentam na constante inserção no futebol modernizado.

Palavras-chave: Maracanã. Torcedores de futebol. Representações.

Abstract

This work was built with the relationship of football fans at the Maracana stadium as the main point. In the wake of the “modern football”, that directly hit by globalization and commodification of cultural goods, we intend to identify certain processes and possible phenomena can affect the fan modus. One way is directly linked to the changes of space – whether macro or micro scale, the urban sports locus – propitiated and encouraged from major events. Thus we identify the entrance of the city of Rio de Janeiro in the “era of mega events,” from the Pan-American games of 2007. Thus, the Maracana stadium – our physical clipping observation – has undergone significant structural changes over the years in every sporting mega event that housed. Since its opening in 1950, until now, on the eve of the Olympic Games, which was considered “world’s largest” it is now a stadium with physical facilities “modern”, comfortable and adapted to the standards of the International Football Federation (FIFA), deemed necessary for the spectacle of football. Thus, we seek to identify the representations that new and “old” fans make this new-old space. incontestable symbol of Brazilian football and monuments which are sometimes intertwined with the city that houses it. Therefore, in addition to a theoretical analysis that seeks to analyze the debate between the cities and mega events we try both the interviews and journalistic files our research field. The newspaper Jornal dos Sports has been verified to analyze how the construction of the Maracana stadium, formerly Municipal Stadium, occurred. As well as the whole debate around its construction. Interviewing fans we concluded and point out the nuances that these individuals and their associations cheerleaders face the constant insertion in modernized football.

Key-words: Maracanã. Football fans. Representations.

Sumário

INTRODUÇÃO, 01

1 CAPITALISMO, ESTÁDIOS E MEGAEVENTO, 08
1.1 Espaço, esporte e capitalismo, 08
1.2 O evento business: o futebol como negócio, 09
1.2.1 Uma paixão na TV, 16
1.2.2 Torcer entre sol, suor e cerveja, 20
1.3 O lócus e a empresa capitalista. O estádio, a cidade no capitalismo tardio, 28
1.4 O esporte espetáculo, 38

2 O ESTÁDIO MUNICIPAL. DE COLOSSO DO DERBY A MARACANÃ, 49
2.1 A ideia do Estádio, 53
2.2 Surge o Colosso do Derby. O Jornal dos Sports e a campanha pelo Gigante, 55
2.3 A Copa do Mundo de Futebol 1950. O primeiro evento do Gigante, 87
2.3.1 A derrocada de um projeto nacional ou o surgimento do “país do futebol”?, 87
2.3.2 O Maracanã antes dos megaeventos. Tempos áureos (?), 91
2.3.3 Modernizações no estádio: a era dos megaeventos., 97
2.4 O Pan-Americano de 2007., 98
2.5 A Copa do Mundo de Futebol e o New Maracanã., 101

3 NOVOS E VELHOS PERSONAGENS, 112
3.1 Torcer e torcedores. Representações e memórias., 112
3.1.2 Nostálgicos ou saudosistas? Que saudade do velho Maracanã!, 113
3.1.3 Jovens nas organizadas e movimentos torcedores., 124
3.1.3.1 Organizadas, 124
3.1.3.2 Movimentos Populares de torcedores, 142
3.2 Famílias e mulheres. O estádio de todos?, 144

4 CONCLUSÃO, 145

5 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS, 148

6 ANEXOS, 153
A – Tabelas
B – Caderno de imagens
C – Questionários

Referência

CLEMENTE, Rafael Willian. Maracanã: Espaço e representações entre torcedores de futebol. 2016. 163 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Instituto de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2016.
Cadastre-se para receber novidades