Biblioteca

Seja um dos 17 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Tese

Megaeventos, lazer e turismo

Permanências e mutações na Cidade do Cabo - África do Sul, e em Belo Horizonte - Brasil, pós-copa do mundo FIFA de futebol
Ano

2018

Faculdade/Universidade

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Universidade Federal de Minas Gerais

Tema

Tese

Área de concentração

Doutorado em Estudos do Lazer

Páginas

220

Arquivos

Resumo

A África do Sul e o Brasil sediaram em 2010 e em 2014, respectivamente, a Copa do Mundo FIFA de Futebol. Os investimentos em megaeventos esportivos de lazer e turismo foram justificados por seus promotores como geradores de legados para as cidades-sede. Esta tese teve como objetivo identificar permanências e mutações no lazer e no turismo de duas cidades que sediaram a competição, a Cidade do Cabo na África do Sul, e a Cidade de Belo Horizonte no Brasil. Quais são as permanências e mutações nas práticas de lazer da população residente na sua relação com os equipamentos de lazer construídos para a Copa? Quais são os legados para o turismo das cidades-sede, na sua relação com o aumento do fluxo de turistas internacionais após a realização do megaevento? A pesquisa teve abordagem qualitativa e a coleta dos dados foi realizada a partir de revisão bibliográfica, observação simples, entrevista semiestruturada, grupo focal, e, coleta de dados secundários em observatórios de turismo. Os resultados apontam que na Cidade do Cabo a utilização do Cape Town Stadium está aquém da esperada, os principais motivos estão relacionadas com questões históricas com raízes no sistema do apartheid, somado ao fato da cidade não ter clube de futebol popular, não ter transporte coletivo eficiente e o alto índice de desemprego. No turismo, a cidade vem registrando crescimento de visitantes estrangeiros com destaque para o aumento do fluxo de turistas da América do Sul, especialmente brasileiros. Em Belo Horizonte o Estádio do Mineirão no pós-Copa do Mundo é avaliado pelos torcedores(as) como um importante legado que oferece aos frequentadores(as) melhor infraestrutura, mais segurança, além de ter um novo local para prática de esporte, lazer e promoção de eventos, a Esplanada do Mineirão. Mas a partir do empresariamento do Estádio, e da parceria público-privada realizada entre o Governo do Estado de Minas Gerais, com a concessionária Minas Arena, alterou-se o conceito da relação com o usuário, hoje visto como um consumidor, o que por consequência desfavoreceu o acesso das classes populares ao equipamento de lazer. No turismo o pós-Copa ainda não refletiu aumento significativo de turistas estrangeiros, apesar do Estado de Minas Gerais ter batido recorde de desembarques internacionais em 2017, ela segue nos patamares de 2010.

Palavras-Chave: megaeventos, Copa do Mundo FIFA, Lazer e Turismo.

Abstract

South Africa and Brazil hosted the FIFA Soccer World Cup in 2010 and 2014 respectively. Investments in leisure and tourism mega-events were justified by their promoters as generators of legacies for host cities. This thesis had as objective to identify permanences and mutations in the leisure and tourism of two cities that hosted the competition, Cape Town in South Africa, and the City of Belo Horizonte in Brazil. What are the permanencies and mutations in the Leisure practices of the resident population in their relationship with the stadiums built for the World Cup? What are the legacies for the tourism of the host cities, in their relation with the increase in the flow of international tourists after the mega-event? The research had a qualitative approach and the data collection was carried out in four moments: Bibliographic review, simple observation, semi-structured interview / focus group, and, secondary data collection in tourism observatories. The results indicate that in Cape Town the use of Cape Town Stadium is less than expected, the main reasons are related to historical issues with roots in the apartheid system, in addition to the fact that the City does not have a popular soccer club, does not have collective transportation efficient and high unemployment rate. In tourism, the city has been registering growth of foreign tourists, especially the increase in the flow of South American tourists, especially Brazilians. In Belo Horizonte, the Estádio do Mineirão Post World Cup in 2014, is evaluated by regulars as an important legacy, which offers visitors better infrastructure, more safety, besides having a new place to practice sports, leisure and event promotion – A Terrace. But from the management of the Stadium in the PPP with Minas Arena, the relationship with the user changed, now seen as a consumer, which consequently elitized the Stadium and expelled poor people. In tourism, the Post-Cup still did not reflect a significant increase in foreign tourists, despite the fact that the State of Minas Gerais broke record in international landings in 2017, but still on the 2010 levels.

Keywords: Mega-events, FIFA World Cup, Leisure and Tourism

Sumário

1. INTRODUÇÃO, 17
1.1 Apresentação do pesquisador e envolvimento com a temática, 17
1.2 Contextualização da pesquisa sobre megaeventos esportivos, 18
1.3.1 Questões da pesquisa, 22
1.4 Objetivos da pesquisa, 22
1.4.1 Objetivo geral, 23
1.4.2 Objetivos específicos, 23
1.5 Metodologia, 23
1.5.1 Cidade do Cabo, permanências e mutações nas práticas de lazer da população residente com o Cape Town Stadium, 26
1.5.2 Belo Horizonte, permanências e mutações nas práticas de lazer da população residente com o Estádio Mineirão, 27
1.6 Organização do estudo, 29

2. MEGAEVENTOS, LAZER E TURISMO, 31
2.1 Megaeventos esportivos, 31
2.1.2 Produção acadêmica sobre megaeventos de lazer e turismo, 36
2.2 Lazer: possibilidades conceituais, 39
2.2.1 Espaços e equipamentos de lazer, 44
2.2.2 O empresariamento dos equipamentos de lazer, 46
2.3 O turismo,49

3. A COPA DO MUNDO NA CIDADE DO CABO, ÁFRICA DO SUL, 55
3.1 Brevehistórico África do Sul: da colonização ao fim do apartheid, 56
3.2 A Copa do Mundo na África do Sul 2010, 63
3.3A Copa na Cidade do Cabo, 67
3.4 Cape Town Stadium: Um Elefante Branco no Bairro de Brancos, 70
3.5 O turismo na Cidade do Cabo,76

4. A COPA DO MUNDO EM BELO HORIZONTE, BRASIL, 80
4.1 A Copa do Mundo no Brasil 2014, 80
4.2 Breve histórico de Belo Horizonte: lazer, planejamento urbano e segregação sócio espacial, 83
4.3 Belo Horizonte na Copa do Mundo de 2014, 86
4.4 Estádio Mineirão: o processo de empresariamento e “gourmetização”do megaequipamento de lazer do povo, 91
4.4.1 Lazer e turismo: o “Gigante da Pampulha” e seus vizinhos ilustres, 92
4.4.2. A reforma do estádio e a transferência para iniciativa privada, 96
4.4.3 DENTRO do Mineirão: permanências e mutações no lazer do residente, 98
4.4.4 FORA do Mineirão: permanências e mutações no lazer do residente, 107
4.5 O Turismo pós-copa em Belo Horizonte, 113

5. CONSIDERAÇÕES FINAIS, 124

REFERÊNCIAS E FONTES, 132
APENDICE A – Roteiro Semiestruturado Entrevista – CPT, 151
APENDICE B – Transcrição – Entrevista CPT, 154
APENDICE C – Guia de Tópicos – Grupo Focal – Frequentadores do Mineirão, 169
APENDICE D – Transcrição Grupo Focal – Frequentadores do Mineirão, 172
ANEXO A – Grupos de pesquisa relacionado a temática megaeventos, 207
ANEXO B – Setores do Estádio Mineirão, 208
ANEXO C – Carta Seminário – Resistência Azul Popular, 209

Referência

FROIS, Rafael. Megaeventos, lazer e turismo: Permanências e mutações na Cidade do Cabo - África do Sul, e em Belo Horizonte - Brasil, pós-copa do mundo FIFA de futebol. 2018. 220 f. Tese (Doutorado em Estudos do Lazer) - Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.
Cadastre-se para receber novidades