Nações em jogo: esporte e propaganda política Vargas e Perón

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Nações em jogo

esporte e propaganda política nos governos de Vargas (1930-1945) e Perón (1946-1955)
Faculdade/Universidade

Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Banca

Francisco Carlos Teixeira da Silva, Maurício Murad

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em História

Páginas

130

Arquivos

Resumo

Esta dissertação tem por objetivo analisar a utilização do esporte como instrumento político durante e primeira Era Vargas, no Brasil, e durante os dois primeiros mandatos de Juan Domingo Perón (1946-1952 e 1952-1955), na Argentina. Tanto Vargas como Perón buscavam identificar o regime político com as vitórias obtidas no campo esportivo. Desta forma, o controle estatal sobre o esporte e sua utilização pelos meio de propaganda política visavam criar um elo de identificação nacional entre o esporte e os governos, ressaltando os novos modelos de nação e cidadãos engendrados pelo varguismo e pelo peronismo. Para tanto, procurou-se estabelecer uma relação entre esporte e cultura política nos dois governos estudados, comparando manifestações públicas – eventos esportivos, festas, comemorações cívicas –, a produção dos principais órgãos da imprensa esportiva especializada e produções culturais do Estado, envolvendo o esporte e a ideologia oficial dos regimes. Pretendeu-se também analisar as diferenças na abordagem de cada governo sobre o esporte e seus modelos de intervenção na estrutura política interna do esporte. Espera-se que este trabalho possa trazer contribuições significativas para o debate sobre a produção de um ideário político através do esporte, assim como sobre o processo de formação de identidades nacionais na América Latina, mais especificamente no Brasil e na Argentina.

PALAVRAS-CHAVE: História Comparada; esporte; política.

Abstract

This dissertation has as its main objective the analysis of sport as a political instrument during the first Vargas Era, in Brazil, and during Juan Domingo Perón’s first two mandates (1946-1952 and 1952-1955), in Argentina. Both Vargas and Perón tried to identify their political regime to the victories on the sport field. Therefore, the State’s control over sport and its usage by the means of political propaganda aimed at creating a link of national identification between sport and government, reaffirming the new models of nation and citizens produced by varguism and peronism. For that reason, a relationship between sport and political culture was established in the analyzed government, comparing their public events – sports events, parades and civic celebrations –, the production of their main sports periodicals and their State cultural productions, involving sport and the official ideology of the regimes. It also attempt analyzing the differences in the approach of each government in their models of intervening in the internal structure of sport. We hope this dissertation may bring significant contributions to the debate on the production of political ideology through sport, as on the process of the making of national identities in Latin America, especially in Brazil and Argentina.

Keywords: Comparative History; sport; politics.

Sumário

INTRODUÇÃO, 12
A HISTÓRIA COMPARADA, 19
A HISTÓRIA DO ESPORTE, 25

1 OS GOVERNOS DE VARGAS E PERÓN, UMA ANÁLISE COMPARADA, 35
1.1 OS ANTECEDENTES, 37
1.2 A ASCENSÃO, 40
1.3 RESISTÊNCIAS, 45
1.4 A CONSOLIDAÇÃO DOS REGIMES, 51
1.5 A QUEDA, 56
1.6 A VOLTA FINAL, 60
1.7 CONSIDERAÇÕES, 63

2 NOVOS HOMENS E NOVAS NAÇÕES: O ESPORTE E A FORMAÇÃO DE IDENTIDADES NACIONAIS NOS GOVERNOS DE VARGAS E PERÓN, 65
2.1 A IDENTIDADE NACIONAL E O ESPORTE, 65
2.2 A PROPAGANDA POLÍTICA E OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, 69
2.3 A IMPRENSA ESPORTIVA, 77
2.4 RECEPÇÃO E RESISTÊNCIA, 83

3 O ESPORTE COMO POLÍTICA DE ESTADO, 87
3.1 ESTADO E ESPORTE, 88
3.2 AS FESTAS CÍVICAS, 97
3.3 A REGULAMENTAÇÃO DO ESPORTE, 102
3.4 O ESPORTE REPRESENTANDO A NAÇÃO, 109

4 CONSIDERAÇÕES FINAIS, 118

REFERÊNCIAS,  121

Cadastre-se para receber novidades