Biblioteca

Seja um dos 13 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1982-2553

“Ô bicharada, toma cuidado: o Bolsonaro vai matar viado!” Cantos homofóbicos de torcidas de futebol como dispositivos discursivos das masculinidades

Periódico / Revista

Galáxia

Número

n. 46

Ano

2021

Volume

v. 46

Arquivos

Resumo

Sugere-se, neste artigo, que os cantos homofóbicos entoados pelas torcidas de futebol operam como dispositivos discursivos das masculinidades. No escopo de nossas reflexões, compreendemos tais discursos como corresponsáveis por propagandear/propagar discursos de ódio contra a população gay, como partícipes de uma rede discursiva que envolve outras modalidades de práticas homofóbicas (tais como os assassinatos) e, ainda, como dispositivos pedagógicos que, nos estádios e também para além deles, ensinam sobre os modos possíveis/interditados de ser homem.

Palavras-chave
cantos homofóbicos; torcidas de futebol; dispositivos discursivos das masculinidades

Abstract

It is suggested in this text that the homophobic chants sung by the soccer fans operate as discursive devices of masculinities. In the scope of our reflections, we understand such discourses as co-responsible for propagating and advertising hate speech against the gay population, as participants in a discursive network that involves other modalities of homophobic practices (such as murders) as well as pedagogical dispositives that, in stadiums and beyond, teach about the possible/restricted ways of being a man.

Keywords
homophobic songs; soccer fans; discursive dispositive of masculinities

Referência

MENDONçA, Carlos Magno Camargos; MENDONçA, Felipe Viero Kolinski Machado. “Ô bicharada, toma cuidado: o Bolsonaro vai matar viado!” Cantos homofóbicos de torcidas de futebol como dispositivos discursivos das masculinidades. Galáxia. São Paulo, v. 46, n. 46, 2021.
Ludopédio

Acompanhe nossa tabela do Campeonato Brasileiro - Série A