Biblioteca

Seja um dos 14 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

O consumo público de eventos esportivos

Um olhar para além dos estádios de futebol
Ano

2013

Faculdade/Universidade

Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getulio Vargas

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Administração

Páginas

99

Arquivos

Resumo

O presente estudo investigou o consumo público de eventos esportivos ao vivo dentro e fora do âmbito dos estádios. O objetivo principal do estudo foi determinar se o fã (torcedor), percebe uma relação de substituição ou de complementaridade entre as atitudes favoráveis ao comparecimento ao estádio ou a outros locais públicos para assistir a jogos de futebol. Adicionalmente, o estudo objetivou a investigação da influência da identificação do fã do esporte (torcedor) com seu time na atitude e consumo público do espetáculo do futebol no estádio ou em outros locais públicos; bem como se as características demográficas (gênero e faixa etária) exercem algum tipo de efeito moderador sobre as relações estudadas. Para abordar estes temas buscou-se referência na SIT – Social Identity Theory e na SCT – SelfCategorization Theory. Foi realizado um levantamento (survey), envolvendo torcedores dos 4 times cariocas de maior torcida, mediante entrevistas estruturadas assistidas. A amostra foi intencional e de conveniência e a coleta de dados totalizou 507 questionários válidos. A análise dos dados foi realizada em duas etapas. A primeira contemplando uma análise fatorial exploratória, que objetivou a observação preliminar da qualidade das escalas. A segunda etapa contemplou uma análise fatorial confirmatória com o objetivo de purificar as escalas. Foram avaliadas a confiabilidade e a validade convergente, discriminante e nomológica dos construtos. Para testar as hipóteses substantivas do estudo utilizou-se a técnica de modelagem de equações estruturais e a análise de multigrupos. Os resultados da análise permitiram suportar empiricamente três das cinco hipóteses substantivas. Os resultados sugerem que (a) A identificação do fã com o time exerce influência positiva sobre a atitude em relação a assistir a jogos no estádio; (b) A atitude favorável do torcedor em relação ao estádio exerce influência positiva sobre o comparecimento ao estádio; e (c) A atitude favorável do torcedor em relação a locais públicos exerce influência positiva sobre o comparecimento a locais públicos. Todavia, não foi possível suportar integralmente as hipóteses de que (d) A identificação do fã com o time exerce influência sobre a atitude em relação a locais públicos; e (e) A atitude do torcedor em relação ao estádio exerce influência sobre a atitude em relação a locais públicos. Também não foram suportados os efeitos de moderação do gênero e faixa etária.

Abstract

The present study investigated the public consumption of live sporting events inside and outside the scope of stadiums. The main goal of the study was to determine if the fan (supporter), perceives a relation of substitution or complementarity between the favorable attitudes towards attendance at the stadium or at other public places to watch football games. Additionally, the study aimed to investigate the influence of the identification of a sports fan (supporter) with his team in the attitude and public consumption of the spectacle of soccer in the stadium or in other public places, as well as if demographic characteristics (gender and age group) exert some kind of moderating effect on the relationships studied. To address these issues we sought reference in SIT – Social Identity Theory and SCT – Self-Categorization Theory. A survey was conducted, targeting supporters of the four main soccer teams from Rio de Janeiro, through assisted structured interviews. The sample was intentional and of convenience and data collection totaled 507 valid questionnaires. Data analysis was performed in two stages. The first contemplating an exploratory factor analysis, which aimed at the preliminary observation of the quality of the scales. The second stage included a confirmatory factor analysis in order to purify the scales. Convergent, discriminant and nomological reliability and validity of the constructs were evaluated. To test the substantive hypotheses of the study the structural equation modeling technique and multigroup analysis were used. The analysis results allowed empirical support of three out of the five substantial hypotheses. The results suggest that (a) The identification of the fan with the team exerts a positive influence on the attitude towards watching games at the stadium; (b) The favorable attitude of fans towards the stadium exerts a positive influence on the attendance at the stadium; and (c) The favorable attitude of fans towards public places exerts a positive influence on attendance at public places. However, we could not fully support the hypothesis that (d) identification of the fan with the team influences the attitude towards public places; and (e) The attitude of fans towards the stadium influences the attitude towards public places. The moderating effects of gender and age group were also not supported

Sumário

1 Introdução, 18

1.1 Objetivos do Estudo, 19

1.2 Relevância do Estudo, 20

1.3 Delimitação do Escopo do Estudo, 21

1.4 Organização da Apresentação do Estudo, 21

2 Referencial Teórico, 22

2.1 Social Identity Theory – Teoria da Identidade Social, 22

2.2 SCT – Self-Categorization Theory – Teoria da Autocategorização, 23

2.3 Identificação social, 24

2.4 Identificação do fã com esportes, 25

2.5 Motivações do fã para a ida ao estádio, 26

3 Modelo Conceitual e Hipóteses, 28

3.1 A identificação do fã, a atitude em relação ao estádio e o comparecimento a jogos de futebol, 29

3.2 A identificação do fã, a atitude em relação a locais públicos e o comparecimento a jogos de futebol, 30

3.3 A atitude em relação ao estádio e a locais públicos, 30

3.4 O efeito moderador do gênero, 31

3.5 O efeito moderador da faixa etária, 32

4 Método, 34

4.1 Natureza do Estudo, 34

4.2 População e Amostra, 34

4.3 Instrumento de Coleta de Dados, 35

4.3.1 Operacionalização das Variáveis, 36

4.3.2 Pré-teste do questionário, 38

4.4 Coleta de Dados, 38

4.5 Análise dos Dados, 40

4.5.1 Primeira etapa da análise, 40

4.5.2 Segunda Etapa da Análise, 41

5 RESULTADOS, 44

5.1 Características da Amostra, 44

5.1.1 Análise Descritiva Univariada, 46

5.2 Diferenças de Médias Entre os Grupos, 47

5.3 Análise Fatorial Exploratória, 48

5.4 Análise Fatorial Confirmatória, 54

5.4.1 Modelo de Mensuração, 55

5.4.2 Modelo de Mensuração Reespecificado, 56

5.5 Análise Estrutural, 59

5.5.1 Hipóteses relativas ao Estádio, 60

5.5.2 Hipóteses relativas a Locais Públicos, 61

5.5.3 Hipóteses Alternativas sobre a relação entre Estádio e Locais Públicos, 61

5.6 Teste dos efeitos moderadores, 63

5.6.1 Efeito moderador do gênero, 63

5.6.2 Efeito moderador da faixa etária, 65

5.7 Motivos para não frequentar o estádio e locais públicos, 67

6 Conclusões, 69

6.1 Sumário do Estudo, 69

6.2 Discussão das Perguntas de Pesquisa, 70

6.3 Contribuições Gerenciais, 75

6.4 Limitações e Sugestões para Novas Pesquisas, 77

6.4.1 Limitações em relação ao modelo conceitual, 77

6.4.2 Limitações em relação à operacionalização das escalas, 78

6.4.3 Limitações em relação à população-alvo e amostra, 79

6.4.4 Limitações em relação à coleta dos dados, 80

6.4.5 Limitações em relação ao método de análise dos dados, 81

7 REFERÊNCIAS, 82

 

Referência

ALMEIDA, Erick Bastos de. O consumo público de eventos esportivos: Um olhar para além dos estádios de futebol. 2013. 99 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro, 2013.