Biblioteca

Seja um dos 9 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1980-6183

Pelé, futebol e ditadura: uma resenha do documentário “Pelé”

Periódico / Revista

Pensar a Prática

Ano

2021

Volume

v. 24

Páginas

p. 1-7

Arquivos

Resumo

Este texto trata-se de uma resenha crítica do documentário “Pelé”, lançado pela Netflix em fevereiro de 2021. A obra apresenta a carreira futebolística de Pelé entre as Copas de 1958 e 1970 e, para isso, mostra as tensões em torno do personagem e do contexto político brasileiro. A partir dessas reflexões e da sua recorrente comparação com Muhammad Ali, perguntamos: — Por que Pelé teve uma postura não combativa em relação a questões políticas de sua época? Com base na teoria do processo civilizador, procurou-se responder em observância às relações de poder que situaram Pelé como membro da sociedade estabelecida e à configuração social que, formada por futebol/esporte, Estado e povo, e na governança de um regime autoritário e violento, diminuiu os graus de liberdade para Pelé agir.

Palavras-chave: Pelé; Futebol; Configuração; Ditadura.

Referência

VASQUES, Daniel Giordani; MARIANTE NETO, Flávio Py. Pelé, futebol e ditadura: uma resenha do documentário “Pelé”. Pensar a Prática. Goiânia, v. 24, p. 1-7, 2021.
Cadastre-se para receber novidades