Biblioteca

Seja um dos 26 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Processo de empresarialização nos clubes de futebol e as consequências sobre o controle dos clubes

Ano

2005

Faculdade/Universidade

Curso de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Administração

Páginas

208

Arquivos

Resumo

O controle é um tema bastante discutido nos estudos organizacionais, mesmo não existindo um consenso em torno do seu conceito. O controle, mais especificamente seus tipos e sua evolução, podem ser estudados em diversas organizações, inclusive nas sem fins lucrativos como é o caso da maioria dos clubes de futebol no Brasil, que apesar do grande número de estudos sobre o tema ainda não constituem um tipo organizacional suficientemente estudado. O Futebol, por ser o esporte nacional, envolve um valor cultural relevante. Através da literatura, traz como característica fundamental, a “paixão”, se assim podemos dizer, como meio de agir e de participar em tal modalidade esportiva, seja como torcedor ou como integrante do clube. Sob essa relação cultural que há com o futebol, juntamente com uma mudança de valores na sociedade atual voltada ao mercado, surge, segundo estudos já realizados em outras organizações, a mercantilização das organizações. Como um meio de estudar essa, está o processo de empresarização, através de traços e indicadores mais claros que podem caracterizar as organizações nesse meio. Através desse processo de empresarização buscou-se estudar sua relação com o controle dos clubes de futebol que fizeram parte do campeonato catarinense da série “A1” (primeira divisão) de 2000 a 2004. Os clubes estudados foram o Avaí Futebol Clube, a Associação Chapecoense de Futebol, o Criciúma Esporte Clube, o Figueirense Futebol Clube, o Joinville Esporte Clube, o Clube Náutico Marcílio Dias e o Tubarão Futebol Clube. O estudo vem constatar que a partir do processo de empresarização houve relação no controle dos clubes, passando estes de um controle mais difuso com transição ao controle estrutural.

Palavras Chave: Controle, Empresarização e Futebol

Abstract

Control is a subject which is frequently discussed in organizational studies, even though there is no consensus regarding its concept. Control, more specifically its types and its evolution, can be studied in different organizations, including those without lucrative ends as is the case of the majority of football clubs in Brazil, which despite the great number of studies on the subject still do not constitute a sufficiently studied organizational type. Football, being the national sport in Brazil, has important cultural value. Through the literature it brings as a basic characteristic the "passion", if we can call it that, as a way of acting and participating in this particular sport, whether as a supporter or as a club member. Within this cultural relation which football has, together with a change in the values of today"s society toward the market, the commercialization of organizations is occurring, according to studies previously carried out in other organizations. The entreprisation process offers a way to study this through features and clearer indicators which can characterize organizations in this way. Through this process of entreprisation an attempt is made to study its relation with the control of the football clubs that formed part of the Catarinense "A1" Championship (first division) from 2000 to 2004. The clubs studied were Avaí Futebol Clube (Avaí Football Club), Associação Chapecoense de Futebol (Chapeconense Football Association), Criciúma Esporte Clube (Criciúma Sports Club), Figueirense Futebol Clube (Figueirense Football Club), Joinville Esporte Clube (Joinville Sports Club), Clube Náutico Marcílio Dias (Marcílio Dias Rowing Club) and Tubarão Futebol Clube (Tubarão Football Club). The study reveals that regarding the entreprisation process there was a relation in the control of the clubs, giving them a more diffuse control with a transition to structural control.
Keywords: Control, Entreprisation and Football

Sumário

1. Introdução, 13 1.1 Objetivo Geral, 15 1.2 Objetivos Específicos, 15 1.3 Justificativa, 152. Referencial Teórico 2.1 Controle Organizacional, 17 2.2 Empresarização, 29 2.3 Esporte, 39 2.4 Futebol, 48 3. Metodologia 3.1 Perguntas de Pesquisa, 68 3.2 Definições constitutivas (DC) e operacionais (DO) das variáveis, 69 3.3 Plano de investigação, 71 4. Descrição das Organizações Pesquisadas 4.1 Avaí Futebol Clube, 79 4.2 Associação Chapecoense de Futebol, 92 4.3 Criciúma Esporte Clube, 105 4.4 Figueirense Futebol Clube, 114 4.5 Joinville Esporte Clube, 126 4.6 Clube Náutico Marcílio Dias, 141 4.7 Tubarão Futebol Clube, 155 5. Empresarização e Controle: Análise Comparativa dos Clubes 5.1 Empresarização, 170 5.2 Controle, 179 6. Considerações Finais, Limitações e Recomendações 6.1 Considerações Finais, 187 6.2 Limitações, 191 6.3 Recomendações, 191 7. Referências, 192 Apêndice Apêndice 1.Roteiro de entrevista, 198 Apêndice 2.Lista dos entrevistados, 198 Apêndice 3. Quadro 9. Evolução detalhada dos tipos de controle, 205 Apêndice 4. Quadro 10. Processo de Empresarização detalhado: histórico e atual, 207 Anexo, 208

Processo de empresarialização nos clubes de futebol e as consequências sobre o controle dos clubes

Referência

COSTA, Carlos Everaldo Silva da. Processo de empresarialização nos clubes de futebol e as consequências sobre o controle dos clubes. 2005. 208 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Curso de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.
Cadastre-se para receber novidades