Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Tese

Relações trabalhistas e estilo de vida do atleta profissional de futebol do Rio Grande do Norte

Ano

2005

Faculdade/Universidade

Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Tema

Tese

Área de concentração

Doutorado em Ciências da Saúde

Páginas

72

Arquivos

Resumo

A Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998, com suas alterações, estabeleceu novos paradigmas nas relações de trabalho existentes entre o atleta de futebol e a associação de prática desportiva, os quais, acomodados que estavam com a legislação de outrora, parecem não ter se organizado no sentido de melhor conhecer os efeitos práticos gerados a partir da vigência dos referidos ditames legais, acarretando dúvidas que dificultam o exercício profissional do primeiro, bem como a atuação do segundo com relação à administração desses recursos humanos. O presente estudo tem como objetivo analisar o nível de conhecimento do atleta profissional de futebol, acerca dos dispositivos legais que dispõem sobre as relações trabalhistas pactuadas no seu contrato de trabalho, como também investigar os hábitos e situações de stress que lhe são mais vivenciadas. Trata-se de pesquisa de natureza descritiva, na qual utilizou-se uma amostra de 105 jogadores com contratos firmados com os clubes que participaram da fase final do campeonato potiguar de futebol. Utilizou-se o questionário como instrumento de coleta de dados, cuja análise permitiu concluir pela falta, por parte do sujeito estudado, do conhecimento devido acerca dos preceitos legais que regulam suas relações trabalhistas, ao mesmo tempo em que identificou os hábitos e situações de stress que mais se refletem no seu estilo de vida. Assim, restou claro que o desconhecimento das normas reguladoras de sua profissão influi, de forma negativa, no estilo de vida do atleta profissional de futebol do Rio Grande do Norte.
Palavras chaves: Futebol, Atleta Profissional, Relações Trabalhistas, Stress, Estilo de Vida.

Abstract

Brazilian Law n° 9.615 of 24 March, 1998 established new paradigms in the employment relations existent between the soccer athlete and the sport association, both of whom are accustomed to the former legislation. They do not seem to have organized themselves in the sense of understanding the practical effects of the legal precepts currently in force, raising doubts that hinder the professional practice of the former and the performance of the latter in relation to managing these human resources. The purpose of this study is to analyze the degree of knowledge displayed by the professional soccer athlete about the legal recourses at his disposal in relation to the employment relations established in his work contract, as well as investigating the stress habits and stress situations that he most often experiences. This descriptive study consisted of a sample of 105 players under contract with clubs participating in the final phase of the state soccer championship. A questionnaire was used as the data collection instrument, whose analysis allows us to verify the lack of knowledge, on the part of the subjects studied, about the laws that regulate their profession, as well as identifying the stress habits and stress situations that are most reflected in their lifestyle. The lack of knowedge of regulate norms of their profession influences, in a negative way, in the lifestyle of soccer professional athlete from Rio Grande do Norte, Brasil.
Key Words: Soccer, Professional Athlete, Employment Relations, Stress, Lifestyle.

Sumário

Introdução, 1 Revisão de Literatura, 5 Anexação dos artigos publicados, 13 Comentários, críticas e conclusões, 40 Anexos, 61 Referências, 65

Relações trabalhistas e estilo de vida do atleta profissional de futebol do Rio Grande do Norte

Referência

MIRANDA, Henio Ferreira de. Relações trabalhistas e estilo de vida do atleta profissional de futebol do Rio Grande do Norte. 2005. 72 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2005.
Cadastre-se para receber novidades