Sociologia do esporte: viradas argumentativas - Por Hugo Lovisolo

Biblioteca

Seja um dos 20 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Congresso

Sociologia do esporte: viradas argumentativas

Ano

2002

Tema

Congresso

Nome do congresso

26º Encontro Anual da ANPOCS

Cidade

Caxambu

Entidade Organizadora

ANPOCS - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais

Arquivos

Resumo

Nos últimos 30 anos a sociologia do esporte, e principalmente do futebol, o esporte dominante na América Latina, passou por três viradas centrais na argumentação: do fundamento no interesse para o da identidade, da função da alienação para a da expressão da autenticidade e da avaliação moral negativa para a positiva. Os três deslocamentos aparecem estreitamente relacionados com a mudança na posição do observador ou epistemológica: do exterior para o interior, do distanciamento para o engajamento. Na primeira parte do trabalho, a partir de um conjunto de autores influentes, o autor salienta as características das três viradas em suas relações com a mudança na posição do observador ou epistemológica. Na segunda, salienta as analogias interpretativas entre os argumentos sobre a identidade, a expressão da autenticidade e a avaliação moral positiva com as teorias educativas do esporte. Finalmente, aponta algumas direções teóricas que, segundo seus argumentos, permitiriam sair dos impasses detalhados na primeira e segunda parte.

Referência

LOVISOLO, Hugo. Sociologia do esporte: viradas argumentativas. In: ANPOCS - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, , 2002, Caxambu. 26º Encontro Anual da ANPOCS, ANPOCS - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais. Congresso, ANPOCS - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, 2002.
Cadastre-se para receber novidades