Biblioteca

Seja um dos 30 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Virilidade e produto midiático

O Grenal como diferenciador do futebol gaúcho
Ano

2020

Faculdade/Universidade

Instituto de Filosofia, Sociologia e Política, Universidade Federal de Pelotas

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Sociologia

Páginas

125

Arquivos

Resumo

Esta dissertação busca compreensão do papel masculino no futebol brasileiro, considerando a diferença identitária do Rio Grande do Sul como ponto de partida para esta análise da masculinidade na cultura do futebol. Esta pesquisa de mestrado utiliza-se de uma perspectiva teórica que parte de três pontos fundamentais. Inicialmente, explora-se a tradição da sociologia do esporte, que estuda o processo de maturação e instituição da atividade esportiva na modernidade. A performance também está presente no estudo sociológico dos gêneros e na construção social dos papeis de homens e mulheres. Este reconhecimento é fundamental para o estudo sociológico da masculinidade, que tem como matéria-prima histórica o conceito de virilidade. A tradição do viril, da Antiguidade à Modernidade, importante para esta pesquisa, é apresentada também por que o viril foi, em grande medida, definido pela relação do corpo masculino com o esporte. Por fim, em uma visão multidisciplinar, esta dissertação traz pontos importantes da imprensa globalizada e da forma como ela seleciona e reforça narrativas do futebol no Brasil. O papel da imprensa na construção da memória esportiva brasileira justifica e serve de base para a análise feita à cobertura do Jornal Zero Hora ao clássico Grenal, confronto entre Grêmio e Internacional. Para entender as especificidades do Rio Grande do Sul com relação ao futebol brasileiro, está dissertação relaciona os três pontos centrais constantemente com a identidade gaúcha. Aspectos históricos do futebol, o papel esperado para os homens gaúchos e a relação da imprensa com a cultura local são exploradas para alinhar a sociologia do esporte, o estudo sociológico dos gêneros e o papel da imprensa no processo de formação cultural.

Palavras-chave: Sociologia do Esporte; Gênero; Identidade; Futebol; Indústria Cultural.

Abstract

This dissertation focuses on the comprehension of man’s role in Brazilian soccer, considering the identity difference of Rio Grande do Sul as a starting point to this analyzes of masculinity in soccer’s culture. Thus, this master’s research utilizes of theorical perspective que considers three main points. Initially, explores the tradition of sports sociology, that studies the process of maturation and institution of the sport activity. This process transformed the activity, that used to be ritualistic and recreational, into an organized competition that focuses on high level performance. Next, the desire for performance is brought back in the sociological acknowledgment of genders and the social construction of the roles given to men and women. This acknowledgment is fundamental to the sociological study of masculinity, that has the concept of virility as it’s feedstock. The tradition of the virile, from the Antiquity to the Modernity, it’s an important part of the pursuit for the objectives of this research, also because the virile is, in big part, defined by the relationship between men’s bodies and sports. Finally, in a multidisciplinary vision, this dissertation brings important points of the globalized press and the way it’s selects and reinforces narratives of Brazilian soccer. The press’s role in the construction of sports memory justifies and serves as a basis for the analyzes done to the Jornal Zero Hora to clássico Grenal, match between Grêmio and Internacional. The way soccer arrived to the state, the role expected from gaucho men and the relationship between the press with local culture are explored to align sports sociology, the sociological study of gender and the role of the press in cultural formation.

Keywords: Sports sociology; Gender; Identity; Soccer; Cultural Industry

Sumário

INTRODUÇÃO, 10

1 SOCIOLOGIA DO ESPORTE E A INSTITUCIONALIZAÇÃO DO FUTEBOL NO BRASIL, 18
1.1 Introdução, 18
1.2 Sociologia do esporte, 18
1.3 Aspectos Históricos e Sociológicos do Futebol Brasileiro, 22
1.4 O Processo de Profissionalização do Futebol, 27
1.5 A sociologia do futebol brasileiro como um produto, 33
1.6 Rivalidade Grenal: o futebol gaúcho e sua marca de resistência ao estilo brasileiro, 39
1.7 Considerações, 46

2 O MASCULINO COMO CONSTRUÇÃO SOCIAL, 47
2.1 Introdução, 47
2.2 Aspectos das teorias feministas na sociologia, 47
2.3 A construção cultural do gênero, 50
2.4 Masculinidade construída na cultura, 54
2.5 Virilidade como conceito cultural, 58
2.5.1 A Virilidade na modernidade, 62
2.6 A identidade masculina gaúcha e o Grenal, 66
2.7 Considerações, 69

3 METODOLOGIA E APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS A PARTIR DA CONSTRUÇÃO TEÓRICA, 71
3.1 Introdução, 71
3.2 Breve retomada de elementos técnicos da pesquisa, 72
3.3 Metodologia de pesquisa, 73
3.3.1 Tipo de pesquisa: pesquisa qualitativa, 73
3.3.2 Método de pesquisa: Análise de conteúdo, 74
3.3.2.1 Técnica de coleta de dados, 76
3.3.3 Dimensão empírica de pesquisa, 77
3.3.4 Categorias de análise, 81
3.4 Análise de conteúdo aplicado aos arquivos do Jornal Zero hora, 85
3.4.1 Introdução às análises, 85
3.4.2 Análise das Categorias quanto à dominação, 86
3.4.3 Análise das Categorias quanto ao papel do atleta, 92
3.4.3.1 A seção de cotações, 93
3.4.3.2 Entrevistas, 97
3.4.3.3 Matérias gerais, 100
3.4.4 Análise das categorias quanto ao estilo gaúcho, 102
3.4.4.1 Grenal como um campeonato à parte, 103
3.4.4.2 Menções ao estilo brasileiro, 106
3.4.5 Análise das categorias quanto ao valor de mercado, 108
3.5 Considerações de metodologia e análise, 111

CONCLUSÃO, 113
REFERÊNCIAS, 122

Referência

BRESQUE, Gabriel Alves. Virilidade e produto midiático: O Grenal como diferenciador do futebol gaúcho. 2020. 125 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Instituto de Filosofia, Sociologia e Política, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2020.
Cadastre-se para receber novidades