Biblioteca

Seja um dos 15 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 2176-2724

Voz e condições de trabalho de técnicos e preparadores físicos de futebol

Periódico / Revista

Distúrbios da Comunicação

Número

n. 4

Ano

2014

Volume

v. 26

Páginas

p. 790-799

Resumo

Introdução: A voz é instrumento de trabalho dos técnicos e preparadores físicos de futebol e faltam pesquisas acerca das condições de trabalho, saúde e bem estar vocal destes profissionais. Objetivo: investigar aspectos das condições de trabalho e saúde vocal de preparadores físicos e técnicos de futebol. Material e Método: Pesquisa de campo qualitativa. São sujeitos 13 preparadores físicos (P) e 13 técnicos (T) dos times da primeira fase do Campeonato Paulista de Futebol de 2012/série A. Foi feita observação in loco (ambiente, usos, comportamentos e cuidados vocais, alimentação e outros) e entrevista com análise de conteúdo (importância/função da voz no trabalho; necessidades vocais na profissão; usos da voz, queixas/dificuldades/problemas; cuidados com a voz). Resultados: A voz tem importância fundamental no trabalho de ambas as categorias, com funções e necessidades referentes à eficiência comunicativa e à psicodinâmica vocal, na relação com jogadores. Aspectos desfavoráveis do ambiente e das condições de trabalho propendem à competição sonora e ao uso da voz em intensidade elevada e grito. As condições de trabalho, aliadas à presença de hábitos inadequados, desconhecimento e falta de informações acerca dos cuidados com a voz configuram condições de risco à saúde vocal. Conclusões: Há necessidade de mais estudos acerca das relações entre trabalho, cuidados, saúde e bem-estar vocal de preparadores físicos e técnicos de futebol que subsidiem ações de promoção da saúde para ambas as categorias.

Palavras-chave: Voz; Fonoaudiologia; Saúde do Trabalhador; Futebol; Promoção da Saúde; Educação Física e Treinamento

Resumo (outro idioma)

Introducción: La voz es un instrumento de trabajo de los técnicos y preparadores físicos de fútbol y faltan estudios sobre las condiciones de trabajo, cuidados y salud vocal de estos profesionales. Objetivo: investigar aspectos de las condiciones de trabajo y salud vocal de preparadores físicos y técnicos de fútbol. Material y método: Investigación de campo cualitativa. Son sujetos 13 preparadores físicos (P) y 13 técnicos (T) de los equipos de la primera etapa del Campeonato Paulista de Fútbol de 2012/serie A. Se hizo observación in loco (ambiente, usos, comportamientos y cuidados vocales, alimentación y otros) y entrevista con análisis de contenido (importancia/función de la voz en el trabajo; necesidades vocales en la profesión; usos de la voz, quejas/dificultades/problemas; cuidados con la voz). Resultados: La voz tiene importancia fundamental en el trabajo de ambas categorías, con funciones y necesidades en cuanto a la eficiencia comunicativa y a la psicodinámica vocal, en la relación con los jugadores. Aspectos desfavorables del ambiente y de las condiciones de trabajo llevan a la competición sonora y al uso de la voz en alta intensidad y grito. Las condiciones de trabajo, combinadas con la presencia de hábitos inadecuados, desconocimiento y falta de información sobre los cuidados con la voz, configuran condiciones de riesgo para la salud vocal. Conclusiones: Hay necesidad de más estudios sobre las relaciones entre trabajo, cuidados, salud y bienestar vocal de preparadores físicos y técnicos de fútbol que subsidien acciones de promoción de la salud para ambas categorías.

Palabras clave: Voz; Fonoaudiología; Salud Laboral; Fútbol; Promoción de la Salud; Educación y Entrenamiento Físico.

Abstract

Introduction: The voice is a work tool for soccer coaches and physical trainers and there is a lack of studies about the work, health and vocal well-being conditions of these professionals. Purpose: to investigate aspects related to work conditions and vocal health of soccer coaches and physical trainers. Material and method: Qualitative study. The subjects are 13 physical trainers (T) and 13 coaches (C) from the teams in the first round of the Paulista Soccer Championship 2012/A-series. An on-site observation was conducted (environment, vocal usage, behavior and care; eating habits and others) as well as an interview with content analysis (importance/role of voice in work; vocal needs of the occupation; vocal usage, complaints/difficulties/problems; voice care). Results: The voice is extremely important to the work of both professional categories, with roles and needs regarding communication efficiency and vocal psychodynamics, in the relationship with the players. Unfavorable aspects of environment and work conditions involve noise competition and voice usage in high intensity as well as yelling. Work conditions associated to the presence of inadequate habits, lack of knowledge and of information about vocal care are risk conditions for vocal health. Conclusions: There is a need for further studies about the relationship between work, care, health and vocal well-being of soccer coaches and physical trainers that provide subsidies for actions in Health Promotion of both categories.

Keywords: voice; speech, language and hearing sciences; occupational health; soccer; health promotion; physical education and training.

Referência

PENTEADO, Regina Zanella; SILVA, Nolle Bernardi da. Voz e condições de trabalho de técnicos e preparadores físicos de futebol. Distúrbios da Comunicação. São Paulo, v. 26, n. 4, p. 790-799, 2014.
Ludopédio

Acompanhe nossa tabela do Campeonato Brasileiro - Série A