LELuS (Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e de Sociabilidade)

Grupos de Pesquisa

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
LELuS (Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e de Sociabilidade)

Fundado em 2012, o Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e de Sociabilidade (LELuS) é um grupo de pesquisa filiado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e ao diretório de grupos de pesquisa do CNPq. Dialoga com a antropologia das práticas esportivas em temáticas como corporalidade, sociabilidade, gênero, moralidades, performance, esportividade ameríndia e formas de torcer.

Leia os textos do LELuS no Ludopédio.

Nos acompanhe no Instagram e facebook: @lelus.ufscar

E-mail para contato: lelus2013ufscar@gmail.com

 

Integrantes do LELuS e suas linhas de pesquisa

Luiz Henrique de Toledo 
Sambista, torcedor e antropólogo. Um dos coordenadores do LELuS. É professor titular no departamento de Ciências Sociais na UFSCar. Pesquisa e orienta no programa de pós graduação em antropologia social na mesma Universidade. E-mail: [email protected]

Wagner Xavier de Camargo 
Um dos coordenadores do LELuS. Pós-doutor em Antropologia Social pela UFSCar (2019), compõe o LELuS desde 2013. Ex-corredor e jogador de futebol americano, ainda persiste na arqueria. Desenvolve pesquisas etnográficas com grupos auto-nominados LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, pessoas trans, intersexo e demais), em perspectivas interdisciplinares da Antropologia e Sociologia das práticas esportivas. E-mail: [email protected]

Carlos Eduardo Costa
Um dos coordenadores do LELuS. Doutor em Antropologia Social pela UFSCar (2013). Pesquisador colaborador do LELuS/UFSCar e do LUDENS/USP desenvolvendo trabalhos na interface entre antropologia das práticas esportivas e sociedades indígenas através de temas como idioma da corporalidade; transformações entre guerra e ritual; pacificação/esportificação e esportividade ameríndia. Nadador master e pescador. E-mail: [email protected]

Marianna Castellano Barcelos de Andrade 
Mestranda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Bacharel em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Atualmente pesquisa as relações de gênero nas torcidas organizadas de futebol. Compõe o Grupo de Estudos sobre Futebol dos Estudantes da EFLCH (GEFE) desde 2018 e o LELuS (Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e Sociabilidade) desde 2020. E-mail: [email protected]

Roberto de Alencar Pereira de Souza Junior
Um ex quase jogador. Mestrando em Antropologia Social no PPGAS da UFSCar, onde também é bacharel em Ciências Sociais. Compõe o elenco do LELuS desde 2017. Trabalha, a partir de etnografias urbanas e fotografias, com torcidas organizadas de futebol que são também escolas de samba do carnaval paulistano. E-mail: [email protected]

Diego Wander Thomaz 
Torcedor corinthiano e fã de NBA. Mestre em Antropologia Social pela UFSCar e membro do LELuS. Temas de pesquisa: corpo, esporte, performance, ciência e tecnologia, noção de pessoa. E-mail: [email protected]

Thales Zolli Gaberz
Graduando em Ciências Sociais pela UFSCar e integrante do LELuS. Com pesquisa de Iniciação Científica vigente pelo CNPq, pesquiso a formação de comunidades torcedoras em São Carlos, interior de São Paulo, e a disputa de dois clubes da cidade pelo imaginário do torcedor local, tomando São Carlos então como uma “cidade bitorcedora”.  Email: [email protected]

Emiliano Peggion de Carvalho
Mestre em Estudos de Cultura Contemporânea pela Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT. Graduado em Ciências Sociais pela UNESP. Bacharel em Direito pela Universidade de Rio Verde. Membro do Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e Sociabilidade (LELuS)-  UFSCar e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Esporte, Cultura e Sociedade (GEPECS) – CNPq/UFMT. Possui como foco de pesquisa as diversas relações entre esporte, política e torcidas. e-mail: [email protected]

Phelipe Caldas Pontes Carvalho
Jornalista e escritor. Autor de quatro livros. Doutorando em Antropologia Social pela Universidade Federal de São Carlos e mestre em Antropologia pela Universidade Federal da Paraíba. Pesquisador do Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e de Sociabilidades (LELuS/UFSCar) e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Etnografias Urbanas (Guetu/UFPB). Trabalha com torcidas de futebol e múltiplas formas de torcer. e-mail: [email protected]

Clayton Alino-Silva
Pesquisa performances e rituais em atividades lúdicas como brincadeiras, jogos e torcer. Bacharel e mestre em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina e especialista em Antropologia Política pela FLACSO-Argentina. Pesquisador do Laboratório de Estudos das Práticas Lúdicas e de Sociabilidades (LELuS/UFSCar) desde 2020. E-mail: [email protected]

Gabriela S. Alvarenga
Graduanda em Ciências Sociais pela UFSCar. Integrante do LELuS, cuja pesquisa de iniciação científica trabalha questões sobre corporeidade em uma dança específica chamada Popping. Antropóloga em formação que se faz nativa de seu campo: as batalhas dessa dança. Email: [email protected]

 

Integrantes do grupo de pesquisa

Cadastre-se para receber novidades