Masculinidade e a hegemonia do falo em campo: um diálogo sobre a cultura do estupro

Bernardo Gonzales, Fidel Machado 17 de novembro de 2020

Cultura de estupro é uma expressão usada desde a década de 1970, mas só passou a ocupar maior espaço nos meios de comunicação de massa no Brasil na última década. Ainda que insuficiente, a massificação do termo cumpre um papel pedagógico em desnaturalizar as desiguais e opressoras relações de gênero, identificando os costumes que reproduzem comportamentos e práticas estruturantes da violência contra a mulher.

O futebol também compõe este ambiente. Por ser um elemento tão presente na cotidiano brasileiro, é responsável por perpetuar as dinâmicas de abuso e tolerar as mais variadas formas de violência, tendo em vista os casos recentes dos jogadores Bruno, Jean e Robinho.

Para debater esse assunto, os anfitriões Bernardo Gonzales e Fidel Machado recebem as pesquisadoras e militantes Soraia Costa e Aline Tavares. Conheça um pouco das convidadas:

Soraia Costa 
Educomunicadora, pesquisadora do grupo de Educação em Direito Humanos – UFABC, ativista e atacante no RosaNegra ADF

Aline Tavares
Doutoranda em Ciências Sociais (ICH/UFJF) e mestre em Antropologia Social (UNICAMP). Atualmente é pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Família, Emoções, Gênero e Sexualidade (FEGS) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e do Grupo de  pesquisa Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina (OTSS) da Fundação Oswaldo Cruz.

Bernardo Gonzales

Transmasculino, professor e militante de causas sociopolíticas, em especial as que se referem as pessoas LGBTQIA+. Jogador de futebol amador, atuou  na coordenação e no elenco do 1º time de futebol de homens transexuais do Brasil e desde então propõe reflexões acerca de outras possibilidades de futebóis.

Fidel Machado

Bacharel em Educação Física pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestre em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Filosofia e Estética do Movimento (GPFEM - Unicamp).
Ouça também:
  • 23 de março de 2021

    Corpos Trans e Esporte

    Bernardo Gonzales, Fidel Machado
  • 9 de março de 2021

    Marcia Tafarel e Rosana dos Santos Augusto

    Juliana Cabral, Silvana Vilodre Goellner
  • 8 de dezembro de 2020

    Retrospectiva 2020: Arenização e Elitização do Futebol Brasileiro

    Fernanda Ribeiro Haag, João Manuel Casquinha Malaia Santos