Sexo, sexualidade e gênero nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Bernardo Gonzales, Aira Bonfim 16 de agosto de 2021

Inscreva-se no canal do Ludopédio!

Se @s atletas LGBTs dos Jogos Olímpicos de Tóquio fossem um país, essa nação LGBT terminaria em sétimo lugar no ranking geral de medalhas. Mais de 50 atletas que somam 11 ouros, 12 pratas e 9 bronzes. Além do reconhecimento obtido pela alta performance, a exposição corajosa [email protected] atletas também foi um marco histórico dos jogos. Esse momento suscitou diversos debates e seus desdobramentos estão na pauta do dia. “Sexo, sexualidade e gênero nos Jogos de Tóquio” é o tema do #PorOutroFutebol desta segunda, aqui no canal do Ludo.

O anfitrião Bernardo Gonzales recebe o antropólogo Wagner Xavier de Camargo e a produtora de conteúdo Ana Cláudia Mayumi, aka Japa Mayumi.

Wagner, o nosso professor Xavier, é parceiro de longa data aqui do Ludo, Phd em ciências humanas, que estuda relações de gênero e sexualidade no esporte. Ele acaba de lançar a obra “Leituras de Gênero e Sexualidade nos Esportes” pela EdUFScar – e em breve estará no #LudopédioemCasa pra falar sobre a pesquisa.

Mayumi que estreia no nosso canal também já é conhecida na rede de divulgadores científicos do esporte, atuando em projetos que tem como objetivo empoderar mulheres através do esporte. Atualmente, é criadora de conteúdos sobre diversidade, mulheres no esporte e no futebol em seu próprio instagram @japa.mayumi e no @chapadinhasdeenfina.

Bernardo Gonzales

Transmasculino, professor e militante de causas sociopolíticas, em especial as que se referem as pessoas LGBTQIA+. Jogador de futebol amador, atuou e atua na coordenação e no elenco de times de futebol de homens transexuais e transmasculinidades em São Paulo e desde então propõe reflexões acerca de outras possibilidades de futebóis.

Aira F. Bonfim

Mestre em História pela FGV com pesquisas dedicadas à história social do futebol praticado pelas brasileiras da introdução à proibição (1915-1941). É produtora, artista-educadora e por 7 anos esteve como técnica pesquisadora do Museu do Futebol. O futebol de várzea, os  debate sobre patrimônios e mais recentemente o boxe e o circo, são alguns temas em constante flerte.  

Veja também:
  • 30 de novembro de 2021

    Como foi jogar o primeiro mundial da FIFA?

    Silvana Vilodre Goellner, Juliana Cabral
  • 26 de novembro de 2021

    A diversidade de corpos negros no futebol

    Júlia Belas, Roberta Pereira da Silva
  • 23 de novembro de 2021

    Trans masculinidades Negras no esporte

    Fidel Machado, Leonardo Peçanha