Publicado em Deixe um comentário

Marcel Diego Tonini ministra palestra sobre racismo no futebol na reunião do Memofut

“O racismo no futebol brasileiro em números”, por Marcelo Carvalho, idealizador e Diretor Executivo do Observatório da Discriminação Racial no Futebol, Administrador de Empresas, MBA em Gestão Empresarial, especialista em Gestão Esportiva, autor de diversos textos sobre racismo e autor do livro Fragmentos: Contos da Vida Cotidiana.

“Um olhar panorâmico sobre o racismo no futebol brasileiro: memórias e experiências de negros e brancos entre 1970 e 2010”, por Marcel Tonini, um dos editores do Ludopédio; Doutor e Mestre em História Social e Bacharel em Ciências Sociais, além de integrante do Núcleo de Estudos em História Oral (NEHO-USP) e do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas sobre Futebol e Modalidades Lúdicas (LUDENS-USP).

“Racismo no futebol brasileiro, o silêncio de ontem e falta de ação de hoje”, pela dupla Marcelo Carvalho e Marcel Tonini.

“A Gazeta Esportiva Ilustrada: melhores momentos – volume 3” (última parte), por José Roberto Fornazza

Parte VI (última) da análise do livro “O Negro e Futebol Brasileiro”, de Mario Filho, por Alexandre Andolpho – administrador, bibliófilo e pesquisador do tema futebol em suas diversas vertentes, é um dos membros fundadores do Memofut; e Rodrigo Saturnino Braga – administrador, consultor de gestão em comercialização de conteúdos audiovisuais e pesquisador do Memofut desde 2011.

Publicado em Deixe um comentário

Exposição Virtual: A Seleção em Poços de Caldas

pocosdecaldas

O Museu do Futebol lançou a exposição virtual “A Seleção em Poços de Caldas”, oitava mostra da instituição na plataforma “Google Arts & Culture”. Com imagens do fotojornalista Antonio Lucio, ganhador de dois prêmios Esso, o material é focado em um período de treinos da seleção brasileira em Poços de Caldas, em 1958, que foi a primeira etapa da preparação para a Copa do Mundo disputada na Suécia.

O período em Poços de Caldas foi especialmente relevante para a seleção brasileira. Foi a primeira vez em que o time nacional trabalhou fora do Rio de Janeiro na preparação para um Mundial, e a concentração foi considerada por muitos a mais organizada da equipe até então. . Na cidade mineira, por exemplo, os jogadores foram submetidos a exames médicos, odontológicos e psicológicos, além de um treinamento intenso, classificado como extremamente rigoroso à época, aplicado pelo preparador físico Paulo Amaral.

A primeira etapa da concentração da seleção contou com 35 jogadores – apenas 22 viajaram para a Suécia. Antonio Lucio foi escalado pelo jornal “O Estado de S.Paulo” para acompanhar os treinos, e as imagens captadas por ele já haviam servido como material para o livro “Seleção nunca vista”, lançado no Museu do Futebol em 2018.

As fotos de Antonio Lucio em Poços de Caldas também integram a exposição temporária “A Primeira Estrela: o Brasil na Copa de 1958”, que está em cartaz no Museu do Futebol até 09 de setembro e retrata o caminho da seleção até sua primeira conquista mundial.

Publicado em Deixe um comentário

Simpósio Balanço dos Jogos Olímpicos no Brasil: pesquisas e debates

A Equipe Ludopédio em parceria com o Museu do Futebol promoveu o Simpósio Balanço dos Jogos Olímpicos no Brasil: pesquisas e debates. Foram dois dias de muitas reflexões importantes junto com pesquisadores, jornalistas e cineastas.

simposiojo

 

Veja na íntegra as palestras

SEXTA-FEIRA 26/08

Os Jogos Olímpicos e a Produção / Veiculação de Investigações / Informações Sobre o Esporte: avaliação e desafios
Prof. Dr. Victor Andrade de Melo (UFRJ)

 

Esporte Olímpico e Imprensa
Prof. Dr. Plínio Labriola – mediador
Ms. Fausto Amaro Ribeiro Picoreli (UERJ)
Dr. João Manuel Casquinha Malaia Santos (Ludens)

 

Esporte Olímpico, Política e Nacionalismo
Prof. Dr. José Paulo Florenzano (PUC-SP) – mediador
Prof. Dr. Sérgio Settani Giglio (UNICAMP/Ludopédio/Ludens)
Profa. Dra. Silvia Cristina Franco Amaral (UNICAMP)
MS Tiago Del Tedesco Guioti (FCA/UNICAMP)

 

Conversa com o diretor do Filme México 1968: A Última Olimpíada Livre
Ugo Giorgetti e mediação de Flávio de Campos (USP)

 

SÁBADO 27/08

Outras Experiências Olímpicas
Victor Leonardo Figols (UNIFESP/Ludopédio) – mediador
Dr. Wagner Xavier Camargo (UFSCAR)
Ms. Giancarlo Marques Carraro Machado (USP)

 

Jornalismo Investigativo em Tempos de Megaeventos
Ms. Marco Lourenço (Ludopédio)
José Trajano (ESPN-Brasil)
Conrado Corsalette (Nexo)
Natalia Viana (Agência Pública)

 

Esporte Olímpico e Mídia
Prof. Dr. Ary Rocco Jr. (USP) – mediador
Dr. Martin Curi (UFF)
Prof. Dr. José Carlos Marques (UNESP)

 

Balanço dos Jogos Olímpicos: Debate Sobre o Legado
Prof. Dr. Marcelo Weishaupt Proni (UNICAMP)

Publicado em Deixe um comentário

Exposição: O futebol nas Olimpíadas

Um dos editores do Ludopédio, Sérgio Settani Giglio, fará a mediação da palestra de abertura da exposição O futebol nas Olimpíadas no Museu do Futebol. Convite_Futebolnasolimpiadas_9jul

Assista na íntegra o bate-papo:

Imagem_futebol_JO_Museu
Imagens de alguns dos atletas brasileiros homenageados na exposição temporária O Futebol nas Olimpíadas! Eles estarão representados em lindas bandeiras na fachada do estádio do Pacaembu! Foto: Museu do Futebol.
Publicado em Deixe um comentário

Grupo Literatura e Memória do Futebol (MEMOFUT)

Memofut

logo_aprovado_memofut

O Memofut foi fundado em 31 de março de 2007 por 16 interessados em literatura e memória do futebol, com a missão de promover a difusão da literatura e outras formas de expressão cultural e artística e apoiar a preservação da memória do futebol.

Desde seu início, o grupo procurou ser uma referência na pesquisa, no estudo e no debate do futebol em todas as suas vertentes culturais e artísticas, promovendo a preservação da memória desse esporte em todas as suas manifestações. O Memofut é apartidário e sem fins comerciais, sendo extremamente rigoroso no respeito aos direitos autorais.

Atualmente, o grupo conta com cerca de 50 participantes que frequentam as reuniões (realizadas uma vez por mês, aos sábados pela manhã, no auditório do Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu), além de mais de 170 seguidores que fazem parte de uma lista de discussão na internet. São administradores, advogados, engenheiros, escritores, estudantes, historiadores, jornalistas, médicos, pesquisadores e professores, todos apaixonados pelo futebol.

Nas reuniões, que são abertas ao público, já foram realizadas mais de 200 apresentações, palestras, debates e depoimentos de diversas personalidades ligadas ao futebol, como jogadores, técnicos, dirigentes, árbitros, escritores, cineastas e jornalistas.

Os interessados em fazer parte do Memofut devem entrar em contato com a coordenação do grupo. Caso tenham interesse em consultar as agendas das reuniões, também podem acessar o site do Museu do Futebol: Agenda.

Publicado em Deixe um comentário

II Simpósio Internacional de Estudos sobre Futebol

Expressões, Memórias, Resistências e Rivalidades
13 a 16 de maio de 2014

Museu do Futebol
Ludens (Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas sobre Futebol e Modalidades Lúdicas) Departamento de História/FFLCH/USP
Fundação Getúlio Vargas
Biblioteca Mário de Andrade

Coordenação Geral:
• Prof. Dr. Flavio de Campos (USP/Ludens)
• Daniela Alfonsi (Museu do Futebol/Ludens)
Contato:
[email protected]
O II SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE FUTEBOL – Expressões, Memórias, Resistências e Rivalidades tem como objetivos aprofundar determinadas temáticas referentes às práticas futebolísticas e suas significações culturais, questionando o seu papel como indicador de repertórios de identidade num universo assinalado por disputas políticas e simbólicas.

O LUDENS – Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Futebol e modalidades Lúdicas, vinculado ao Departamento de História da Universidade de São Paulo e o Centro de Referência do Futebol Brasileiro do Museu do Futebol convidam os pesquisadores interessados a inscreverem seus trabalhos no evento.

Em sua segunda edição, o simpósio propõe a discussão centrada em torno de quatro eixos temáticos: expressões, memórias resistências e rivalidades. Futebol feminino, rivalidades clubísticas, formas de torcer e processos de musealização são alguns dos temas privilegiados do encontro. Participarão 17 convidados, entre historiadores, antropólogos, geógrafos, jornalistas e sociólogos. Haverá também uma reunião entre os mais importantes grupos de estudos sobre futebol no país, que cresceram em número de pesquisadores nos últimos anos.


Edital completo – II Simpósio Internacional de Estudos sobre Futebol
(inscrições para trabalhos encerradas!)

Programação II Simpósio Internacional de Estudos sobre Futebol

Relação dos trabalhos aprovados – Comunicação Individual (por data, mesas, salas e coordenadores)

Relação dos trabalhos aprovados – Sessão Coordenada (por data)

Apresentações dos painéis do LUDENS

Inscrições para ouvintes (inscrições encerradas)