Biblioteca

Seja um dos 14 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1809-1296

A “máquina do tempo” de Pelé

Periódico / Revista

Esporte e Sociedade

Número

n. 33

Ano

2021

Páginas

p. 1-16

Arquivos

Resumo

A imagem de um ídolo pode permanecer eterna? Em tempos nos quais megacomputadores e nuvens armazenam uma infinidade de conteúdo, a resposta parece ser obviamente positiva, pelo menos quando se trata da preservação de dados ou imagens sobre ele. Mas é possível ir além de ser apenas mais um verbete numa imensa enciclopédia virtual? Nesse caso a situação é mais delicada, pois exigiria que esse ídolo, independentemente de sua área de atuação, estivesse mais presente no dia-a-dia das pessoas. Nesse artigo vamos mostrar como os jogos eletrônicos de futebol estão prestando esse serviço. Ao disponibilizar para os gamers avatares de jogadores que brilharam no passado, os fazem continuar “vivos” e ativos ainda que em estádios gerados por computação gráfica. Neste artigo analisaremos o caso de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, e sua relação com os games que ajudam a manter sua majestade intocada, principalmente entre gerações que não tiveram o privilégio de o assistirem com uma bola real nos pés.

Palavras-chave: Jogos Eletrônicos, Idolatria, Futebol

Abstract

Can the image of an idol remain eternal? In times where megacomputers and clouds an infinite amount of content, the answer seems to be obviously positive, at least when it comes to preserving data or images about them. But is it possible to go beyond being just another topic in a huge virtual encyclopedia? In this case, the situation is more delicate, as it would require this idol, regardless of his area of expertise, to be more present in our daily lives. In this article, we’ll show you how electronic soccer games are providing this service. By making available to gamers avatars of players who were brilliant in the past, they keep them “alive” and active, even in virtually generated stadiums. In this article, we will analyze the case of Edson Arantes do Nascimento, known as Pelé, and its relationship with games that helped to maintain he’s majesty untouched, mostly between the generations that didn’t had the privilege of watching him with an actual soccer ball at his feet.

Key words: Eletronic Games, Idolatry, Soccer

Referência

CASé, Rafael. A “máquina do tempo” de Pelé. Esporte e Sociedade. Niterói, n. 33, p. 1-16, 2021.