A relação do torcedor com seu time de futebol

Biblioteca

Seja um dos 26 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 1413-585X

“Amar é ser fiel a quem nos trai”: a relação do torcedor com seu time de futebol

Periódico / Revista

Organizações & Sociedade

Número

n. 48

Ano

2009

Ano

2009

Volume

v. 16

Área de concentração

Administração

Cidade

Salvador

Páginas

p. 59-80

Arquivos

Resumo

O propósito deste artigo foi analisar os sentimentos manifestados pelo torcedor de futebol em relação ao seu time, com foco nas condições que determinam sua fidelidade. Foram aplicadas as bases teóricas do relacionamento da empresa com o cliente no contexto do futebol, avaliando-se os constructos satisfação, confiança, valor e lealdade. Para sustentação empírica, uma pesquisa de campo foi realizada com 441 universitários e os dados analisados por técnicas uni e multivariadas. Os resultados mostram que jogadores, técnicos e dirigentes têm a maior parte da responsabilidade em satisfazer e fidelizar os torcedores. Uma significativa parcela de fidelização pode, porém, ser ganha por meio de ações gerenciais dos clubes, tais como a garantia de segurança nos estádios, a valorização dos jogadores, o aumento de conforto no estádio e outras manifestações de atenção ao torcedor. Foi confirmado o impacto da satisfação na lealdade, mas há condições específicas para essa relação se verificar.

Abstract

The purpose of this paper was to investigate the feelings of soccer fans related to their team, focused on the conditions that foster their fidelity. Theoretical backgrounds of company-client relationship were employed in the soccer game environment. Satisfaction, trust, value and loyalty were assigned. Empirical validation was provided by a survey with 441 students and data analyzed with uni and multivariate statistic techniques. Results show that players, coaches and executives have the great amount of achieving satisfaction and fidelity of fans. However, significant part of loyalty may be achieved by management actions like to assure security in stadium, to highlight players, to increase stadium comfort and other manifestations of care with fans. It was confirmed the impact of satisfaction on loyalty, although there are specific conditions to establish this relationship.

Referência

ESPARTEL, Lélis Balestrin; MüLLER NETO, Hugo Fridolino; POMPIANI, Ana Emília Mallmann. “Amar é ser fiel a quem nos trai”: a relação do torcedor com seu time de futebol. Organizações & Sociedade. Salvador, v. 16, n. 48, p. 59-80, 2009.
Cadastre-se para receber novidades