Biblioteca

Seja um dos 17 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
ISSN 2175-1803

O Futebol em Tempos de Conflito: os grandes clubes do Rio de Janeiro e a Segunda Guerra Mundial (1942-1945)

Periódico / Revista

Tempo e Argumento

Número

n. 32

Ano

2021

Volume

v. 13

Páginas

p. e0101

Arquivos

Resumo

Em agosto de 1942, o Brasil declarou guerra à Alemanha e Itália e, no período subsequente a essa declaração, houve intensa mobilização do Estado brasileiro para articular o front externo – com a estruturação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) – e o interno –, com a mobilização maciça dos recursos civis para o esforço de guerra. A produção historiográfica sobre o período tem priorizado a discussão da atuação do Estado nesse processo, seja através da análise da participação brasileira no conflito, seja enfatizando o seu caráter autoritário e os mecanismos repressivos por ele utilizados para mobilizar e controlar a sociedade. Estudos sobre a atuação de entidades da sociedade, que, com algum grau de autonomia e por interesses diversos, também atuaram no esforço de guerra, são relativamente escassos. Tendo como ponto de partida as relações entre Estado e sociedade durante o Estado Novo, este trabalho pretende analisar a mobilização dos principais clubes de futebol cariocas durante a Segunda Guerra Mundial, a partir de matérias publicadas pela imprensa do Rio de Janeiro e da documentação disponível no acervo dos clubes. Parte-se da hipótese de que houve, mesmo que de forma esparsa, certo grau de atuação autônoma de setores da sociedade carioca para o esforço de guerra.

Palavras-chave: História. Clubes de futebol do Rio de Janeiro. Segunda Guerra Mundial: Esforço de Guerra. Estado Novo.

Abstract

In August 1942, Brazil declared war on Germany and Italy. In the period following that declaration, there was intense mobilization of the Brazilian State to organize the foreign front – with the creation of the Brazilian Expeditionary Force – and the domestic one – with large-scale mobilization of civilian resources for the war effort. Historiographical production on the period has prioritized the analysis of the state’s action in this process, either through its participation in the conflict or through its authoritarian character and repressive mechanisms of mobilization and control of society. The studies on the actions of the entities of society, which, with some autonomy and diverse interests, also took part in the war effort, are somewhat rare. This work intends to analyze the mobilization of the major carioca football clubs during the World War II from a perspective of the relationships between the state and society during Estado Novo. The sources for the work are reportage published by the press in Rio de Janeiro and documents available in the clubs’ archives. It’s assumed that there was, albeit sparingly, some autonomous action of sectors of the carioca society for the war effort.

Keywords: History. Football clubs of Rio de Janeiro. Wold War II. War Effort. Estado
Novo.

Referência

FREIXO, Adriano de; ALVES, Vágner Camilo. O Futebol em Tempos de Conflito: os grandes clubes do Rio de Janeiro e a Segunda Guerra Mundial (1942-1945). Tempo e Argumento. Florianópolis, v. 13, n. 32, p. e0101, 2021.
Cadastre-se para receber novidades