Gaviões da Fiel: cultura de arquibancada contra o futebol moderno

Biblioteca

Seja um dos 25 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Gaviões da Fiel

cultura de arquibancada contra o futebol moderno
Faculdade/Universidade

Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas

Banca

Maria Viviane Veras do Amaral, Daniel do Nascimento e Silva

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em Linguística

Páginas

123

Arquivos

Resumo

O objetivo desta dissertação é apresentar a partir de um contexto de conflitos entre esferas culturais, a maneira como os torcedores organizados do Grêmio Gaviões da Fiel, principal torcida do S.C. Corinthians Paulista, performatizam sua identidade. Neste sentido, partimos da ideia de que o futebol é palco privilegiado de confronto entre comunidades de sentimentos que se rivalizam (DAMO, 2014). Por meio de um procedimento híbrido de pesquisa, envolvendo a etnografia (MAGNANI, 2002) e as teorias culturais nascidas da crítica à linguística cultural, os capítulos desta dissertação procuram revelar a maneira como as identidades são por elas compreendidas. As identidades operam, nestas teorias, em sua forma desconstruída, isto é, “sob rasura” (DERRIDA in HALL, 2000). Delas emergem a noção de representação como performances de linguagem. As identidades se constroem nestas representações, sendo consideradas, portanto contingenciais, heterogêneas e constantemente em processo de readequação. Desta maneira, as identidades interessam porque revelam a maneira como o processo de globalização, mais amplo, afeta as culturas locais, imprimindo sentidos que procuram constranger, limitar ou excluir determinadas práticas em detrimento de um processo de uniformização da experiência torcedora no “futebol-espetáculo” (DAMO, 2014). Os torcedores reagem a este processo de padronização mobilizando um repertório linguístico que revela uma defesa de um tipo de cultura específica, qual seja, “a cultura de arquibancada”. Como estas formas se constroem no “terreno semovente da linguagem” (MOITA LOPES, 2006) são elas vistas como atos de linguagem ou enunciados, em uma tentativa de articular, os conceitos de dois teóricos da linguística para dar conta de explicar os dados coletados na pesquisa, a noção de “performativos” de Austin, à luz das reflexões de Judith Butler, e a noção de gêneros do discurso, de Bakhtin. Ao apresentar situações coletadas no percurso de pesquisa, ao lado de entrevistas e reflexões acadêmicas sobre o futebol, pretende-se revelar as formas híbridas e criativas de agenciamento dos torcedores organizados de futebol, combatendo os estereótipos de que são eles tão somente violentos, marginais e alheios à realidade social.

Palavras-chave: Globalização, Cultura, Linguagem, Identidade, Futebol, Torcidas Organizadas.

Abstract

The objective of this dissertation is to present, from a context of conflicts between cultural spheres, the way in which the organized fans of Grêmio Gaviões da Fiel, main supporter of S.C. Corinthians Paulista, represent their identities. In this sense, we start from the idea that football is the privileged stage of confrontation between competing feelings (DAMO, 2014). Through a hybrid research procedure involving ethnography (MAGNI, 2002) and cultural theories born of criticism of traditional linguistics, the chapters of this dissertation seek to reveal the way in which identities are understood by them. Identities operate in these theories in their deconstructed form, that is, under "shaving" (DERRIDA in HALL, 2000). From them emerge the notion of representation as performances of language. Identities are constructed in these representations, being considered, therefore, contingent, heterogeneous and constantly in the process of readjustment. In this way, identities are interesting because they reveal how the broader globalization process affects local cultures, imparting meanings that seek to constrain, limit or exclude certain practices to the detriment of a process of uniformization of the fanciful experience in "football-spectacle "(DAMO, 2014). The fans react to this process of standardization mobilizing a linguistic repertoire that reveals a defense of a specific type of culture, that is, the culture of bleachers. As these forms are built on the "semovente terrain of language" (MOITA LOPES, 2006) they are seen as acts of language or statements, in an attempt to articulate the concepts of two linguistic theorists to account for explaining the data collected in the research, Austin's notion of "performatives" in the light of Judith Butler's reflections, and Bakhtin's notion of genres of discourse. In presenting situations collected in the course of research, along with interviews and academic reflections on football, the aim is to reveal the hybrid and creative forms of agency of the organized football fans, combating the stereotypes of which they are only violent, marginal and unrelated to social reality.

Keywords: Globalization, Culture, Language, Identity, Football, Organized football fans

Sumário

1 INTRODUÇÃO, 12
1.1 Gaviões da Fiel e o “futebol moderno”, 12
1.2 Organização e estrutura da dissertação, 18
1.3 Problemas e questões de pesquisa, 19
1.4 Identidade, linguagem e etnografia, 23
1.5 Etnografia e Linguagem, 30
1.6 Futebol moderno: globalização e cultura, 35
1.7 Gaviões da Fiel: cultura de arquibancada, 39

2 O GAVIÕES: A QUADRA NO BOM RETIRO..., 41
2.1 A sede como signo, 44
2.1.1 Inscrições e ato linguístico, 47
2.2 Violência no futebol: banalidade e encenação, 50
2.3 Considerações sobre violência e futebol, 52
2.3.1 A violência banalizada, 56
2.3.2 A violência encenada, 60
2.4 O lugar da diferença, 61

3 O MUNDO DA RUA, 65
3.1 Cidades e desigualdade, 66
3.2 Rua como suporte e símbolo, 68
3.3 Itaquera, 69
3.4 Bom Retiro, 73
3.4.1 Circuitos da paixão corintiana, 75
3.5 As ruas: palco de manifestação, 82
3.6 O circuito da violência, 88

4 VOU DE ARQUIBANCADA: AGENCIAMENTO E CONSUMO, 90
4.1 A Arena Corinthians, 92
4.2 Arquitetura da Arena Corinthians, 95
4.3 O futebol hipermídia: TV e Redes Sociais, 97
4.4 Cânticos, faixas e corpos, 99
4..4.1 Cânticos, 102
4.4.2 Faixas, 107
4.4.3 Corpos, 110

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS, 113

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS, 121

Cadastre-se para receber novidades