Quem manda no futebol da Paraíba? elites políticas e estado novo

Biblioteca

Seja um dos 26 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Dissertação

Quem manda no futebol da Paraíba?

Elites políticas e estado novo (1941-1947)
Ano

2017

Faculdade/Universidade

Centro de Ciências Humanas Lestras e Artes, Universidade Federal da Paraíba

Tema

Dissertação

Área de concentração

Mestrado em História

Páginas

154

Arquivos

Resumo

O presente trabalho busca investigar aspectos da vida futebolística na Paraíba a partir da formação de suas Ligas, especificamente a Federação Desportiva Paraibana ao longo de sua existência do ano de 1941 a 1947, fundada por obrigatoriedade do decreto lei n.3.199 que regularizou os esportes e profissionalizou o futebol no país, sob a tutela do regime autoritário intitulado Estado Novo. Utilizando como fontes jornais, revistas e documentos oficiais problematizei aspectos importantes da reorganização do campo esportivo nesse período, já que a formação do Conselho Regional dos Desportos ligado diretamente à secretaria do interior do estado Paraíba, associado à entrada de novas forças políticas no seio dessa nova federação provocaram quatro renúncias coletivas e duas intervenções ao longo de sua existência, assim como o fim dos clubes ditos mais tradicionais que já participavam das Ligas anteriores. Questões como a profissionalização dos jogadores, a pluralização do discurso jornalístico e a formação de clubes vinculados a fábricas nesse período também são abordados para a tentativa de se compreender as mudanças e permanências que acompanharam a real aplicabilidade do decreto mencionado. Desta feita será possível analisar o alcance de um projeto nacional para os esportes em confronto com as possíveis tramas sociais que circundavam os bastidores da prática esportiva na Paraíba.

Palavras-Chave: Futebol; Estado Novo; Elites Políticas; Paraíba

Abstract

The present work seeks to investigate aspects of football life in Paraíba from the formation of their leagues, specifically the Federação Desportiva Paraibana throughout its existence from 1941 to 1947. Founded by the decree law n.3.199 hat regularized the sports and professionalised the Soccer in the country, under the tutelage of the authoritarian regime entitled Estado Novo. Using as sources the newspapers, magazines and official documents, I pretend to problematize important aspects of the reorganization of the sports field in that period since the formation of the Conselho Regional dos Desportos directly linked to the interior secretary of Paraíba state associated to the entry of new political forces in the new federation, that provoked four collective resignations and two interventions throughout its existence, as well as the end of the more traditional clubs that had already participated in the previous Leagues. Issues such as the professionalization of players, the pluralization of journalistic discourse and the formation of clubs linked to factories in this period will also be approached in an attempt to understand the changes and permanences that accompanied the real applicability of the mentioned decree. This time it will be possible to analyze the scope of a national project for sports against the possible social plots that surrounded the backstage of sports in Paraíba.

Keywords: Football; Estado Novo; Political Elites; Paraíba.

Sumário

INTRODUÇÃO: ABRE O JOGO,14

1. O ESPORTE BRETÃO NA PARAHYBA DO NORTE, 34
1.1 Modernidade, amadorismo e elites políticas na construção do imaginário da bola, 34
1.2 Os clubes aristocráticos e a cidade, 49
1.3 A Liga Desportiva Paraibana e as famílias no controle, 61

2. A MEMÓRIA QUE SE QUER TER: UMA HISTÓRIA COMPARADA ENTRE OS PERIÓDICOS DO RIO DE JANEIRO E DE JOÃO PESSOA, 68
2.1 A peleja pela memória, 68
2.2 O Negro no Futebol Brasileiro e A História do Futebol Paraibano: 2 versões em
perspectiva, 75
2.3 O Estado Novo, o Nordeste e a construção do país do futebol, 86

3. O FUTEBOL PARAIBANO EM DISPUTA, 98
3.1 A Federação Desportiva Paraibana e as veias abertas do futebol paraibano, 98
3.2 1942: Ascensão e queda de um campeonato, 108
3.3 O subúrbio também joga futebol, 119
3.4 O fim do sonho profissionalista e o eterno retorno de soerguer o futebol paraibano, 128

CONSIDERAÇÕES FINAIS, 142
REFERÊNCIAS, 147
ANEXO, 153

Referência

LEITE, Diogo Pimenta Pereira. Quem manda no futebol da Paraíba?: Elites políticas e estado novo (1941-1947). 2017. 154 f. Dissertação (Mestrado em História) - Centro de Ciências Humanas Lestras e Artes, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.
Cadastre-se para receber novidades