Biblioteca

Seja um dos 26 apoiadores do Ludopédio e faça parte desse time! APOIAR AGORA
Tese

Influência de fatores produtores de estresse em jogadores de futebol do Distrito Federal

Ano

2004

Faculdade/Universidade

Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade de Brasília

Tema

Tese

Área de concentração

Doutorado em Ciências da Saúde

Páginas

103

Arquivos

Resumo

As situações de jogo ou estresse podem provocar reações emocionais positivas que facilitam ou negativas que dificultam o rendimento desportivo. A interpretação das situações - de forma positiva produz motivação e a negativa produz ansiedade ou medo (VALDES (2000) - pode variar de acordo com o nível de experiência, esporte, sexo, função, posição e faixa etária. O objetivo deste trabalho foi o de identificar a influência ao desempenho das situações específicas do futebol em jogadores de diferentes faixas etárias. O instrumento INVENTÁRIO DE FATORES DE ESTRESSE – ISF - desenvolvido por BRANDÃO (2000), foi aplicado e validado SANCHES, VALDES E BRANDÃO (2004) em 472 jogadores de futebol do Distrito Federal das faixas etárias sub – 17, sub – 20 e acima de 20 anos”.  Os resultados demonstraram que nas situações de competição entre as cforamde competição as percebidas como desafiadoras pelos jogadores e predominantemente negativa para os Fatores 2 e 3, indicando que situações de fracasso iminente ou real e de demanda física e psicológica são percebidas como produtoras de ansiedade. Porém, a intensidade da percepção das situações estressoras foi menor para os jogadores de maior faixa etária. Os resultados demonstraram que o ISF pode ser usado para medir estresse em diferentes faixas etárias de jogadores de futebol.

PALAVRAS-CHAVE: ansiedade, estresse, futebol, psicologia do esporte.
 

Abstract

The study of stress, anxiety, personality and other emotional factors is very important to understand sport performance. As a consequence of the pressures generated by the necessity of good results, the emotional behavior of the athletes can cause a positive or negative effect in sport competition. The perception of how stressed is the situation is influenced by the levels of sport experience. The goal of this study was to test the ISF (Inventário de Fatores de Stress no Futebol) created by Brandão (2000) with soccer players from the Distrito Federal. The study was performed with 472 soccer players in three aged categories (below-17 years, below-20 years, and above 20 years) from three different levels of soccer organizations (amateur, professional and university). Factorial analysis using promax rotation produced three factors: Factor 1 - situations which can stimulate a competitive behavior; Factor 2 - situations which can create a failure behavior; and Factor 3 - situations which can produce a high physic and psychological demands. Pos-hoc analysis using Cronbach’s alpha showed that all three factors was statistically significant (Factor 1: alpha= 0.91; Factor 2: alpha= 0.89; and Factor 3: alpha= 0.85). The results showed that all participants have the same perception of stress regardless de age categories or level of organization. The directionality of the perception of stress situation was positive for the Factor 1 and negative for the Factor 2 and Factor 3. However, the intensity of the perception of stress situation was lower for the professional players and for the older players. The results demonstrated that the ISF test could be used to measure stress in different levels and different age groups of soccer competition.

KEY WORDS: anxiety, stress, soccer, sport psychology
 

Sumário

1. Introdução, 1
    1.1. O problema, 1
    1.2. Justificativa, 3
    1.3. Objetivos, 5
          1.3.1. Objetivo geral, 5
          1.3.2. Objetivos específicos, 6
2. Revisão de literatura, 7
    2.1. Conceito de estresse, 7
    2.2. Estresse e rendimento no esporte, 15
    2.3. Estresse e futebol, 25
    2.4. Formas de medir estresse, 28
3. Método, 32
    3.1. Amostra, 32
    3.2. Instrumento, 32
    3.3. Procedimentos, 33
    3.4. Tratamento estatístico, 34
4. Análise e discussão dos resultados, 35
    4.1. Análise fatorial do instrumento, 35
            4.1.1. Análise dos componentes principais, 35
4.1.2. Validade e precisão do instrumento, 36
     4.2. Análise da percepção do estresse por categorias, 41
            4.2.1. Análise dos resultados por ligas, 41
            4.2.2. Análise dos resultados por faixa etária, 61
5. Considerações finais, 80
Referências bibliográficas, 82
Anexo, 89
 

Referência

SANCHES, Alcir Braga. Influência de fatores produtores de estresse em jogadores de futebol do Distrito Federal. 2004. 103 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade de Brasília, Brasília, 2004.
Cadastre-se para receber novidades